Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

OMS: ebola pode infectar 20.000 pessoas em nove meses

Anúncio da Organização Mundial de Saúde também revelou que serão gastos cerca de meio bilhão de dólares para conter o surto nos próximos seis meses

A Organização Mundial da Saúde (OMS) anunciou nesta quinta-feira que o número de pessoas afetadas pelo vírus do ebola pode subir para 20.000 nos próximos nove meses e projetou que cerca de meio bilhão de dólares serão necessários para interromper a disseminação da doença.

Em um relatório – considerado um roteiro para combater o ebola – a OMS diz que é preciso melhorar as instalações laboratoriais e aumentar o número das equipes com mais experiência para conter a epidemia. A infraestrutura de saúde pública também deve ser aperfeiçoada para lidar com futuras ameaças. Entre as medidas para conter a doença estão a necessidade de mais centros de isolamento para os infectados e o pedido de que o sepultamento das vítimas seja supervisionado por especialistas.

Leia também:

Descobridor do vírus ebola diz que epidemia pode acelerar

Laboratório vai testar vacina contra ebola em humanos

Crescimento – De acordo com a entidade, o surto da doença continua a se acelerar – mais de 40% dos casos relatados surgiram nas últimas três semanas. Autoridades de saúde dos quatro países afetados – Guiné, Libéria, Nigéria e Serra Leoa – relataram 1.552 mortes e 3.069 casos da doença desde o início do surto, embora o número de casos possa ser “quatro vezes maior do que o registrado atualmente”, segundo o documento.

Bruce Aylward, diretor-geral assistente para emergências operacionais da OMS, afirmou a atual epidemia se disseminou por várias áreas, inclusive cidades grandes, o que dificulta o seu controle e se torna um problema internacional. “Vários lugares têm pessoas infectadas nesses países. Não é um surto numa única e remota área de floresta, o tipo de ambiente com o qual tínhamos de lidar no passado”, disse.

(Com Estadão Conteúdo)