Estudos científicos vão testar aplicativo de saúde da Apple

O HealthKit, anunciado em junho, será utilizado em duas pesquisas para acompanhar pacientes com diabetes, câncer e doenças cardíacas

Um aplicativo da Apple feito para ajudar no tratamento de pacientes com diversas doenças começará a ser testado nas próximas semanas em duas instituições de pesquisa dos Estados Unidos.

O objetivo do HealthKit, que ainda está em fase de desenvolvimento, é centralizar informações sobre a saúde de uma pessoa, como peso e taxa de colesterol, obtidas em vários outros aplicativos. Com isso, o médico consegue visualizar, de forma mais rápida, um número maior de dados sobre o seu paciente, podendo alertá-lo em casa exista algum problema de saúde iminente.

O novo aplicativo foi anunciado pela Apple no início de junho na edição 2014 da Worldwide Developer Conference (WWDC).

Testes – No Hospital da Universidade Stanford, o HealthKit será utilizado para acompanhar a taxa de glicose de crianças com diabetes tipo 1 entre uma consulta médica e outra. No estudo, os pacientes levarão para casa um iPod e um dispositivo que mede os níveis de açúcar no sangue a cada cinco minutos e que transmite essa informação para um aplicativo da Apple.

Leia também:

Google desenvolverá colher para pessoas com Parkinson

Segundo Rajiv Kumar, médico que vai coordenar o estudo de Stanford, duas crianças foram selecionadas para a primeira etapa dessa pesquisa, que logo deve se expandir para um número maior de pacientes. Ele espera que, em breve, seja possível enviar alertas aos pacientes avisando quando a taxa de glicose deles está muito alta ou baixa demais.

Além disso, pesquisadores da Universidade Duke vão acompanhar pacientes com câncer e doenças cardíacas usando o HealthKit para visualizar informações sobre o peso e a pressão arterial dessas pessoas. O coordenador do estudo, Ricky Bloomfield, espera que sua pesquisa contribua com a possibilidade de cada vez mais pacientes doentes permanecerem em suas casas, e não no hospital.

(Com Reuters)