Dez dicas para dormir bem no calor

O incômodo causado pelas altas temperaturas atrapalha o sono. Algumas orientações ajudam a ter uma boa noite de descanso

No verão, cumprir a meta de dormir oito horas por noite é uma tarefa mais difícil. Além do desconforto provocado pelas altas temperaturas, os dias longos aumentam o período de exposição à luz solar – o que prejudica a secreção de melatonina, o hormônio que promove sonolência e é produzido apenas na escuridão. O prejuízo é ainda maior porque a estação coincide com as férias. “Nesse período, as pessoas costumam dormir e acordar mais tarde que o normal, confundindo o relógio biológico”, diz Maurício Bagnato, especialista em medicina do sono do Hospital Sírio-Libanês. “Para não sofrer com a mudança de ritmo, é preciso sincronizar novamente o relógio biológico, criando uma rotina com horários regulares um pouco antes do retorno ao trabalho.” Conheça as orientações para garantir a qualidade do sono durante o verão.

Leia também:

Dormir pouco altera atividade dos genes, aponta estudo

Pesquisa mostra como o sono ruim prejudica o relacionamento de um casal

*Créditos: Ivan Okamoto, neurologista do Hospital Albert Einstein, Mauricio Bagnato, especialista em Medicina do Sono do Hospital Sírio-Libanês, Stella Tavares, neurofisiologista do Hospital Albert Einstein e Dalva Poyares, neurologista e coordenadora do Instituto do Sono