Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Criança poderá fazer transplantes

Os deputados japoneses votaram nesta quinta-feira uma emenda que autoriza a doação de órgãos para crianças, proibida no país, apesar dos pedidos de muitas famílias. O texto ainda será examinado pelos senadores, mas como os deputados têm a última palavra no caso de um conflito entre as duas Câmaras do Parlamento, é muito provável que ele seja promulgado.

A atual legislação nipônica proíbe a doação de órgãos para menores de 15 anos, o que impede que muitas crianças recebem o transplante necessário. A situação obriga muitas famílias a viajar para outros países para que seus filhos sejam submetidos a operações muito caras. Nos Estados Unidos, um transplante cardíaco pode custar mais de um milhão de dólares.

A emenda aprovada pelos deputados também elimina o sistema de “duplo consentimento”, segundo o qual um doador potencial deve ter especificado sua intenção por escrito e que a família também deve estar de acordo. De acordo com os defensores da mudança na legislação, a proibição provocou milhares de mortes desnecessárias no segundo país mais rico do mundo.

No Japão, os transplantes de órgãos são raros mesmo para os adultos, justamente em função do sistema de “duplo consentimento”. “É impossível não pensar que meu filho poderia estar vivo se essa emenda tivesse sido aprovada antes”, disse Keichiro Nakazawa, cujo filho Sotaro, de 1 ano, morreu nos Estados Unidos enquanto esperava por um transplante de coração.

(Com agência France-Presse)