Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Conheça o lado bom de dormir com seu pet

Ao contrário do que se acredita, um novo estudo mostrou que dividir o quarto, mas não a cama, com o cachorro não atrapalha a qualidade do sono

Boa notícia para os apaixonados por seus pets: dormir no mesmo ambiente que seu cãozinho pode te ajudar a dormir melhor. De acordo com um estudo publicado recentemente no periódico científico Mayo Clinic Proceedings, deixar o cachorro dormir no mesmo quarto que você não só não atrapalha o sono, como te ajuda a descansar melhor. Mas os pesquisadores ressaltam: o ideal é evitar dividir a mesma cama.

No estudo, pesquisadores avaliaram a qualidade do sono de 40 adultos que costumavam dormir com seus bichinhos, fosse na mesma cama ou apenas no mesmo quarto. Ao contrário do que se pensava, os resultados mostraram que dividir o quarto com o pet não prejudica o sono.

Mais relaxante

Segundo Lois Krahn, especialista em sono na Mayo Clinic do Arizona, nos Estados Unidos, para alguns donos, dormir na companhia do bichinho é reconfortante. “Ter um gato ronronante ou um cachorro bem comportado nas proximidades pode ser muito relaxante e propício para dormir. Desde que todo mundo durma bem, pode ser um benefício”.

Em média, as pessoas que dividiam o quarto, mas não a cama, com seu cachorro, mantiveram uma eficiência do sono, medida pela comparação entre o tempo total gasto na cama e o tempo em que a pessoa dormiu de fato – de 83%. Já entre aqueles que compartilhavam o mesmo leito, essa taxa caiu para 80%.

Embora a redução seja pequena e considerada satisfatória, os pesquisadores ressaltam que essas pessoas acordaram mais durante a noite, o que pode atrapalhar a qualidade do sono. Como essa interrupção frequente do sono não foi observada ao dividir a cama com outras pessoas, os pesquisadores acreditam que “os humanos se acomodam às necessidades de sono do parceiro de uma maneira que nem o cão mais bem treinado conseguiria”.

Ressalvas

Os autores ressaltam que esses resultados podem não se reproduzir no caso da pessoa ter mais de um animal de estimação, já que há um aumento do risco de interrupções. Entre as ressalvas deste estudo estão: o tamanho pequeno da amostra e a falta de um grupo de controle. Também não foi analisado se o tamanho do cachorro fazia alguma diferença na qualidade do sono de seus donos.

Veja também

Sem culpa

Por fim, a autora recomenda que cada pessoa vejas se isso funciona para si e não permita que a lealdade ao animal de estimação traga consequências indesejáveis para seu sono”. Para aqueles que não conseguem dormir bem na companhia do cãozinho, mas fazem isso porque não querem deixa-lo sozinho, ela afirma: “Não se preocupe demais. “Independentemente da localização ou de dormir com um parceiro humano, os cães pareciam descansar bem (a qualidade do sono dos bichinhos também foi medida no estudo).”