Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Conheça as vantagens de falar sozinho

Segundo pesquisas, falar sozinho ajuda a organizar os pensamentos, aumentar a confiança e o poder de concentração

Falar sozinho não é coisa de louco e, na verdade, faz muito bem à saúde. Inclusive, estudos mostram que os diálogos solitários permitem que escutemos a nós mesmos e assim ajudam a melhorar a concentração e organização dos pensamentos e até mesmo recuperar memórias e criar autoconfiança.

Veja também

Memória

Um estudo da faculdade mostrou que falar o nome de um objeto em voz alta enquanto o procura ajuda a encontrá-lo mais rapidamente. Segundo os pesquisadores, dizer uma palavra em voz alta ajuda o cérebro a ativar informações relacionadas ao objeto em questão, até mesmo imagens. “Não é algo que se faz irracionalmente. Você não sabe tudo o que vai dizer”, explicou à Gary Lupyan, professor envolvido no estudo, à rede britânica BBC.

“Dizer um nome em voz alta é uma poderosa ferramenta de recuperação”, destacou Lupyan. “Pense nisso como uma placa apontando para um pedaço da informação na mente. Ouvir o nome exagera algo que normalmente acontece quando você pensa em alguma coisa. A linguagem impulsiona este processo”.

Confiança

Outra pesquisa, da Universidade de Michigan, indicou a importância de conversar sozinho para a autoconfiança e a capacidade de enfrentar desafios. No entanto, é preciso utilizar as palavras certas, isto é, os pronomes certos.

Os pesquisadores realizaram uma série de testes com pessoas descrevendo suas experiências emocionais, mas referindo-se a si mesmas na terceira pessoa. As pessoas usavam palavras como “ele”, “ela”, “você” ou seus próprios nomes para contar suas histórias.

Veja também

O experimento mostrou que falar sobre si mesmo na terceira ou segunda pessoa ajuda a controlar melhor os sentimentos e evitar a ansiedade.

Em outro estudo, publicado no periódico científico Harvard Business Review, Ethan Kross, líder da equipe de pesquisa, pediu para que os participantes utilizassem a técnica ao se prepararem para um discurso. Os voluntários que seguiram o indicado relataram maior confiança e tranquilidade do que os que usaram a primeira pessoa nas falas.

“Nossos achados são apenas uma parte de pesquisas mais amplas em curso que estão mostrando que isto tem implicações de longo alcance”, explicou Kross.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Jorge Luís dos Santos

    Pratico essa técnica há muito tempo, e concluí que ela é muito eficaz. O artigo acima descreve a realidade.

    Curtir

  2. Miguel Dias Gonçalves

    Concordo com você Jorge, acho muito importante a concentração principalmente quando você almeja algum planos, a gente analisa as possibilidade positiva, e tenta eliminar as controversas. Acho
    saudável, uma vez não existe ninguém para divergir com a ideia.

    Curtir

  3. Osmar Serrragem

    Quem sabe conversar com alguém também ajude…

    Curtir

  4. josé romualdo donatoni

    Um dia destes eu estava na rua, falando de mim para comigo e, QUASE ME COLOCARAM UMA CAMISA DE FORÇA. KKKKKKKKKKKKKKKKKK

    Curtir

  5. Ataíde Jorge de Oliveira

    Bom Dia
    CAVALO
    ÇE olhando no ESPELHO
    é TuDo de BOM todo DiA

    Curtir

  6. Ataíde Jorge de Oliveira

    p$
    ToDo DIA A éGUA Faz TuDo EgüäLL

    Curtir