Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Cirurgia bariátrica previne diabetes tipo 2, sugere estudo

Segundo pesquisa britânica, obesos submetidos à operação têm risco 80% menor de desenvolver a doença

A cirurgia bariátrica pode reduzir significativamente o risco de um paciente desenvolver o diabetes tipo 2. Segundo uma pesquisa publicada nesta segunda-feira no periódico The Lancet Diabetes & Endocrinology, o procedimento é capaz de evitar até 80% dos casos da doença entre obesos.

CONHEÇA A PESQUISA

Título original: Incidence of type 2 diabetes after bariatric surgery: population-based matched cohort study

Onde foi divulgada: periódico The Lancet Diabetes & Endocrinology

Quem fez: Helen Booth MS, Omar Khan, Toby Prevost, Marcus Reddy, Alex Dregan, Judith Charlton, Mark Ashworth, Martin Gulliford e colegas

Instituição: King’s College London, na Inglaterra e outros.

Resultado: Cirurgia bariátrica pode reduzir em 80% riscos de obeso desenvolver o diabetes tipo 2.

O diabetes tipo 2 ocorre quando o organismo de uma pessoa torna-se resistente à insulina, o hormônio que controla os níveis de glicose no sangue. O excesso de peso é um fator de risco importante para a doença. Segundo os autores do novo estudo, cerca de quatro em cada cinco diabéticos têm sobrepeso ou obesidade.

Uma série de estudos anteriores já havia demonstrado que a cirurgia bariátrica ajuda a controlar o diabetes tipo 2 em pacientes obesos com a doença. No entanto, essa nova pesquisa revela que a operação pode ajudar os pacientes antes mesmo de a condição aparecer.

Comparação – O trabalho, feito no King’s College London, na Grã-Bretanha, se baseou nos dados de aproximadamente 2.000 adultos obesos que não tinham diabetes e que foram submetidos a diferentes tipos de cirurgia bariátrica. Depois, esses participantes foram comparados com outras 2.000 pessoas que apresentavam características semelhantes às deles, como idade, índice de massa corporal (IMC) e taxa de glicose no sangue, mas que não foram submetidas a nenhum tratamento contra a obesidade. Todos os voluntários foram acompanhados por três anos, em média.

Leia também:

Cirurgia bariátrica pode ajudar a prevenir o Alzheimer, diz estudo brasileiro​

Diabetes pode causar atrofia no cérebro, diz estudo

Governo britânico quer ampliar oferta de cirurgia bariátrica a diabéticos

Ao longo desse tempo, 38 pessoas entre aquelas submetidas à cirurgia bariátrica desenvolveram o diabetes tipo 2. No grupo que não passou pelo procedimento, 177 foram diagnosticadas com a doença. Assim, os pesquisadores constataram que o procedimento reduziu incidência do problema em 80%, mesmo após levarem em consideração fatores como tabagismo, pressão arterial e colesterol, que ajudam a desencadear o diabetes.

“Como parte de uma estratégia de prevenção do diabetes, precisamos entender como a cirurgia bariátrica pode ser utilizada também para aumentar a prática de atividade física e promover a alimentação saudável”, diz Martin Gulliford, um dos autores da pesquisa e professor da King’s College London, na Inglaterra.