Campanha nacional de multivacinação começa nesta segunda

A campanha vai até 22 de setembro e tem como objetivo atualizar a carteirinha de crianças e adolescentes menores de 15 anos

Começa nesta segunda-feira a campanha nacional de multivacinação. A iniciativa, realizada anualmente pelo Ministério da Saúde, tem como objetivo estimular a atualização da carteirinha de vacinas de crianças e adolescentes com até 15 anos de idade e vai até o dia 22 de setembro. Em todo o Brasil, o dia D da campanha será realizado no sábado, dia 16 de setembro.

Para receber as vacinas oferecidas no programa nacional de imunizações, basta comparecer a qualquer posto de saúde com a carteirinha e um documento de identificação.

Veja também

Vacinas

O calendário nacional de imunizações oferece para crianças de até 7 anos as seguintes vacinas: BCG, hepatite B, VIP, VOPb, rotavírus humano, pneumocócica 10 valente, penta (une a tetravalente e a hepatite B), meningocócica C conjugada, febre amarela, tríplice viral, tetra viral ou tríplice viral + varicela (atenuada), DTP, Hepatite A e varicela.

crianças e adolescentes com idade entre 7 e 15 anos devem tomar os seguintes imunizantes: hepatite B, febre amarela, tríplice viral, dT, dTpa, meningocócica C conjugada, HPV e varicela.

Ampliação da vacinação contra o HPV

O Ministério da Saúde anunciou a prorrogação da vacinação contra o HPV para homens e mulheres com idade entre 15 e 26 anos até março de 2018 em municípios com estoques disponíveis nos serviços de vacinação e que apresentam validade até esta data.  A nova recomendação estende o prazo de vacinação para esse faixa etária, que inicialmente estava prevista para encerrar nas cidades que tinham estoques a vencer em setembro.

Como a anterior, a medida tem caráter temporário e já foi comunicada para gestores estaduais e municipais. “A recomendação é que os municípios utilizem as vacinas com prazos de validade a expirar até que durem esses estoques, evitando um possível desperdício e dando a oportunidade para que essas outras faixas etárias possam usufruir dos benefícios proporcionados pela vacina”, destaca o ministro da Saúde, Ricardo Barros.

Veja também

Lembrando que as pessoas de 15 a 26 anos que tomarem a primeira dose da vacina HPV nesse período terão garantidas as doses subsequentes no SUS. Para essa faixa etária, o esquema vacinal é com três doses, com intervalo de zero, dois e seis meses. Com o fim dos estoques a vencer em março de 2018, a orientação é que a vacina continue sendo administrada apenas no público-alvo: meninos na faixa etária de 11 a 13 anos e meninas de 9 a 14 anos.