Australiano acorda do coma falando apenas mandarim

Ben McMahon acordou do coma causado por um acidente de carro falando mandarim e sem lembrar de sua língua materna. Ele havia estudado na infância o idioma, mas não era fluente

O australiano Ben McMahon, de 24 anos, acordou de um coma falando apenas mandarim e, pior, passou dias sem conseguir se expressar em inglês, sua língua materna. Segundo o jovem, embora tivesse estudado o idioma na escola, ele nunca chegou a falar com fluência. Agora já recuperado, ele fala as duas línguas perfeitamente. As informações são da BBC Brasil.

Em 2012, Ben sofreu um grave acidente de carro, que o deixou em coma por uma semana. “Daquela manhã (da batida), eu me lembro de tomar café na cama. Mas nada além disso”, disse à BBC. Logo que acordou, havia esquecido o inglês e falava apenas mandarim.

Segundo cientistas, embora não se saiba com exatidão o lugar do cérebro onde se desenvolve a capacidade de aprender idiomas, o lóbulo frontal do hemisfério esquerdo, conhecido como área de Broca, é a área normalmente associada à linguagem. Os especialistas acreditam que sua lesão tenha sido justamente nessa região.

“No caso de Ben, foi observado que a área do cérebro que armazena e utiliza sua língua materna, o inglês, estava mais afetada que a que era usada para aprender o mandarim quando era mais jovem,”, disse Yvonne Wren, especialista em linguagem.

Leia também:

Mulher desenvolve cleptomania após complicações durante cirurgia plástica

Americano congelado é ressuscitado com técnica que esquenta o sangue

De acordo com pesquisadores, quando há lesões, diferentes partes do cérebro podem assumir a responsabilidade de outras, o que pode causar síndromes como essa e a do sotaque estrangeiro. Isso faz com que a pessoa fale sua língua materna com um sotaque diferente do habitual.

Felizmente, no caso de Ben, o dano cerebral melhorou logo após o acidente e ele recuperou sua capacidade de falar inglês. Teoricamente, isso poderia ter colocado um fim em seu domínio do chinês. Mas não foi o que aconteceu e ele manteve sua capacidade de falar mandarim com perfeição.

Essa nova capacidade ajudou sua vida amorosa, inclusive. Ben acaba de começar a namorar uma jovem australiana de origem chinesa que conheceu em um programa de TV chinesa que promove encontros. A jovem se inscreveu no show justamente para praticar seu mandarim natal.

Outros casos – Na literatura há outros casos semelhantes. Em 2010, uma jovem croata de 13 anos acordou de um coma incapaz de se expressar em seu idioma natal, falando alemão. Assim como Ben, ela havia estudado a língua na escola, mas nunca falou fluentemente. Em 2013, o americano Michael Boatwright acordou falando sueco.

(Da redação)