Universal processa bispo que produziu vídeos contra Crivella

Ex-Integrante da igreja é alvo de ações por todo o Brasil após acusar esposa do candidato a prefeito do Rio de ter recebido 50 000 dólares irregularmente

A Igreja Universal do Reino de Deus conseguiu na Justiça retirar da internet vídeos produzidos por um bispo da própria congregação que trazem acusações contra a família de Marcelo Crivella, candidato à prefeitura do Rio de Janeiro. A ação movida pela Universal, em tramitação na vara fluminense, tem como réus o Google (dono do YouTube, onde os vídeos eram exibidos) e Alfredo Paulo Filho, que já foi um dos principais auxiliares do bispo Edir Macedo na base da igreja em Portugal, entre 2002 e 2009.

Em um dos conteúdos publicados na internet, removido no mês passado, o bispo Alfredo entrevista o ex-pastor da igreja, Alexandre Lisboa. Lisboa narra com detalhes o dia em que entregou 50 000 dólares não-declarados nas mãos de Sylvia Jane Crivella, esposa do senador. Ele afirma ter trazido o dinheiro em 1999 direto da África do Sul, onde trabalhou para a Universal. Segundo o relato do pastor, as notas de dólares foram levadas para o Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, embrulhados em papel carbono para não serem detectados no raio X.

“Carreguei os dólares para a Fazenda Nova Canaã e entreguei o pacote para a esposa do Crivella”, afirma Lisboa aos três minutos e 45 segundos do vídeo. A Fazenda Nova Canaã foi um projeto social desenvolvido por Crivella no município de Irecê, na Bahia. O dinheiro, de acordo com o relato, teria sido usado na construção da fazenda.

Procurado por VEJA, Crivella negou todo o episódio. Afirmou ainda que a Fazenda Nova Canaã foi constituída apenas com o dinheiro da venda dos seus CDs. Crivella foi cantor gospel e é um dos maiores arrecadadores de direito autoral do Brasil nos anos 2000, segundo o Escritório Central de Arrecadação e Distribuição (ECAD).

Além do processo movido pela Universal, Alfredo está sendo acionado judicialmente por fiéis da igreja. O bispo já foi notificado por pessoas físicas em pelo menos treze causas abertas em Santa Catarina, Pernambuco, São Paulo, Maranhão e Rio de Janeiro. “São fiéis orientados por advogados da igreja que pedem dano moral entre 15 000 e 20 000 reais”, afirma Ricardo Marins, advogado do bispo Alfredo. “A estratégia é constranger e acuar”, diz. Em 2008, método semelhante foi adotado contra a Folha de S. Paulo. Após uma série de reportagens negativas sobre a igreja Universal, mais de 50 processos foram movidos contra o jornal em diversas cidades pelo Brasil.

Não é a primeira vez que o bispo Alfredo Paulo vem a público atacar a Universal. Em agosto, ele deu uma entrevista para o jornal Folha de S. Paulo acusando a igreja de operar um esquema ilegal para operar milhões de dólares no exterior. O dinheiro seria enviado da África para a Europa, chegando à Rede Record europeia.

VEJA localizou o bispo Alfredo Paulo e o pastor Alexandre Lisboa. Os dois reafirmaram as acusações e ainda foram mais longe. Disseram que, quando Crivella trabalhava na África do Sul, nos anos 90, ele usava dinheiro da oferta de fiéis para abastecer a aeronave da qual era proprietário junto com o tio, o Bispo Edir Macedo. A VEJA, Crivella também negou a informação.

Desde o início da campanha, Crivella tem buscado mostrar-se distante da igreja para diminuir a sua rejeição junto ao eleitorado. O senador é bispo licenciado da Universal e sobrinho de Macedo. Ontem, Crivella teve que se desculpar por um livro de sua autoria, publicado em 2002, com pesadas críticas a religiões e a homossexuais. O título, “Evangelizando a África” apresenta quase todas as religiões como “diabólicas” e afirma que a homossexualidade é uma “conduta maligna” e “de terrível mal”.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Um adúltero pode falar de alguém? Que moral um homem que usa sua esposa em swing e sai com prostitutas Tem? E esse jornalzinho ainda dá moral para ele.

    Curtir

  2. Wellington Carvalho

    Nessa hora, aonde o crivella esta perto da vitória os adversários ficam desesperado, é uma história mais fantasiosa que a outra.
    Só uma pergunta. Tem alguma prova? Ou só bla bla bla

    Curtir

  3. Lamentável esse tipo de reportagem contra o Crivella as vésperas de uma eleição. Que papelão hein revista veja. Vocês ainda não entenderam isso que fazem só me da mais vontade de votar no Crivella. Porque acho uma vergonha o que estão fazendo.
    Lamentável a postura de vocês.

    Curtir

  4. Mais vídeos falsos para desacreditar a campanha do Crivella. Não adianta. O povo já escolheu o nosso próximo prefeito e será o Crivella. Crivella é 10!

    Curtir

  5. domingos Savio

    Esses filhos do Diabo sabe da vitória e fica falando besteira, ninguém joga pedra em árvore que não dá frutos. Pense sempre que um grande escândalo está acontecendo eles trazem um outro assunto pra poder desviar o foco principal .

    Curtir

  6. Sandra Lúcia

    Deve haver sim uma punição severa pra esse bispo, isso é uma grande mentira sobre a família do Crivella!! Votarei no Crivella mais uma vez no segundo turno!

    Curtir

  7. Ermínio Barbosa

    O RIO TÁ FODIDO! LOGO VAI TER A GUERRA DE TRAFICANTES CONTRA CONTRA OS MILICIANOS DA UNIVERSAL! UM MAL APENAS É POUCO…KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK É A REGRESSÃO TOTAL!

    Curtir

  8. Sem a religião criando zumbis e as igrejas lavando o dinheiro da corrupção política com isenção de fiscalização não existe massa de manobra. Ou se investe em educação e se investiga as igrejas, ou vamos ter mais 1400 anos de atraso científico e distorção da realidade.

    Curtir

  9. Sem a religião criando zumbis e as igrejas lavando o dinheiro da corrupção política com isenção de fiscalização não existe massa de manobra. Ou se investe em educação e se investiga as igrejas, ou vamos ter mais 1400 anos de atraso científico e distorção da realidade

    Curtir

  10. Reginaldo Quadros

    Esse Alfredo tava pegando várias minas quando era pastor, daí deram um “kick off” na bunda dele e agora tá de mimimi…. Pelo jeito o Freixo e a comunidade gay tá pagando bem…..

    Curtir