Tribunal Superior Eleitoral alerta sobre e-mail falso

Justiça Eleitoral só se comunica por e-mail quando responde a solicitações dos eleitores. Pedido de informações privadas por correio eletrônico é fraude, alerta o TSE

Com a proximidade das eleições municipais deste ano, que serão realizadas em outubro, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) alerta para o aumento na quantidade de e-mails falsos enviados com a assinatura do tribunal, solicitando informações sobre o título de eleitor ou avisando sobre pendências eleitorais.

O TSE informou nesta quarta-feira, via assessoria de imprensa, que não se comunica via e-mail com eleitores “a não ser (como resposta) quando o próprio eleitor comparece ao cartório eleitoral ou procura a Central do Cidadão, com sede no TSE”.

O Tribunal recomenda que os eleitores não abram os arquivos contidos nesses e-mails e nem cliquem nos links. “Nossa orientação é para que todos que receberem esse e-mail não abram, uma vez que se trata de vírus”, afirmou a assessoria.

(Com Agência Estado)

LEIA TAMBÉM:

MP Eleitoral monitora uso de robôs de Twitter por canidatos no Rio