Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Temer: os 30 dias de efetivo em 5 dores de cabeça

Relembre os tropeços vocais do presidente e sua equipe - e a grave denúncia do AGU demitido

O peemedebista Michel Temer completa, neste sábado, dia 1º de outubro, 30 dias como presidente efetivo da República. Desde a confirmação do impeachment da petista Dilma Rousseff, Temer e sua equipe têm caído em cascas de banana muitas vezes colocadas no caminho pelos próprios membros do governo. O presidente e seus ministros também demonstraram falta de sintonia em declarações públicas – o que provoca dores de cabeça extras em um governo com problemas suficientes para sanar. A seguir, relembre os principais tropeços deste primeiro mês de governo Temer.

Leia também:
Radar:  Temer vai manter distância no segundo turno das eleições municipais

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Fábio Luís Inaimo

    Assim não dá Temer ameaçando quem é bom e ficando com a banda podre!? Assim não se conquista a credibilidade, vai agradar a base alinhada e desagradar o povo que quer mudança!

    Curtir

  2. Lago Gonçalves

    Temer recebeu um país arrasado, COFRES PÚBLICOS foi saqueado pelo DESGOVERNO PETISTA de forma ”NUNCA ANTES NESTE PAÍS”, através de inúmeros esquemas sofisticadíssimos de roubo que dá inveja as maiores máfias do planeta, nos regimes mais totalitários e assassinos, jamais se rouboou tanto, se mentiu tanto, se enganou tanto tanta gente e ainda há aqueles que ACREDITAM NA SEITA E EU DÓGMAS, esquerdeopatas desonestos que jamais desistem de lutar pela impunidade e pelo poder.
    FORA PETRALHAS, CADEIA AO LULADRÃO, cassaçãop dos direitos de Dilmanta!

    Curtir

  3. Lago Gonçalves

    Temer luta contra o país arrasado que recebeu, saqueado durante quase 14 anos pela quadrilha petralha, que roubou, mentiu, enganou, aparelhou o estado, cometeu todos os crimes, todos os desmandos, todos os abusos impunemente.
    Há ainda esquerdeopatas que os defendem, não desistem de lutar pela impunidade dos marginais e para mantê-los no poder. PETRALHAS NUNCA MAIS!

    Curtir