Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Temer estava na planilha da propina do Porto de Santos em 2001

Procuradoria-Geral da República pede acesso a inquérito arquivado pelo Supremo

O procurador-Geral da República, Rodrigo Janot, prepara uma nova ofensiva contra o presidente Michel Temer relacionada ao Porto de Santos, a mais tradicional área de influência do peemedebista na máquina pública. Janot já pediu a abertura de um inquérito para apurar se Temer beneficiou indevidamente a empresa Rodrimar, que atua no porto, ao editar um decreto. Agora, o procurador quer reabrir uma investigação que poderá comprovar que os laços entre Temer e a Rodrimar são bem mais antigos e foram estreitados, ao longo dos anos, por meio do pagamento de propinas.

ACERVO VEJA: Um rolo no porto

O primeiro passo nesse sentido foi dado na terça-feira passada, quando Janot pediu vista dos autos de um antigo inquérito, de número 3.105, que apurava a suspeita de que a Rodrimar pagou, no início da década passada, propina ao então deputado Michel Temer. Esse caso foi divulgado por VEJA em 2001 e acabou arquivado, a pedido da própria PGR, dez anos depois. Diante da suspeita de que Temer beneficiou a Rodrimar também no exercício da Presidência, Janot decidiu reexaminar a antiga denúncia.

Porto de Santos 2010

Porto de Santos; área de influência de Temer desde a década de 90 (Germano Luders/Exame/VEJA)

As primeiras pistas sobre as relações umbilicais entre Temer e a Rodrimar chegaram à Justiça, no início dos anos 2000, no bojo de um processo de separação litigiosa entre Marcelo de Azeredo, que presidiu a Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp), por indicação de Temer, e Erika Santos. Numa tentativa de conseguir um valor maior na partilha de bens, Erika entregou planilhas nas quais relatava um esquema de corrupção no Porto de Santos.

Segundo as planilhas apresentadas por Erika, pelo menos seis contratos renderam dinheiro sujo a Temer, Azeredo e “um tal de Lima”, que, suspeita-se, seja o coronel João Baptista Lima, acusado pela JBS de receber dinheiro sujo em nome do presidente da República.  Os papéis entregues por Erika mostram que a Rodrimar desembolsou 600.000 reais para o esquema. Metade do valor teria sido destinado a Temer. O restante, dividido em parte iguais entre Azeredo e o tal Lima. O rateio do butim sempre respeitaria esse porcentual. Os documentos mostravam que o grupo Libra, gigante do setor de portos, pagou propina.

Na campanha presidencial de 2014, dois acionistas da Libra doaram 1 milhão de reais a Temer, então candidato à reeleição. Em relatório divulgado por VEJA no início deste ano, a Polícia Federal diz que o dinheiro pode ter sido repassado como contrapartida pela aprovação da MP dos Portos, cujo relator na Câmara, o então deputado Eduardo Cunha, hoje preso e cassado, fazia as vezes de caixa informal do presidente da República. A denúncia de pagamento de propina da Rodrimar ao então deputado Temer foi arquivada em 2011 pelo ministro Marco Aurélio Mello. Relator do caso, Marco Aurélio decidiu que vai reabrir o inquérito se houver pedido de Janot nesse sentido.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Almir Delmondes

    FORA TEMER

    Curtir

  2. Terra , céu e mar : diga lá onde sê vai $$$$$$$$$ que eu vou atrás.

    Curtir

  3. Paulo Bandarra

    Marco Aurélio de Mello, só podia. Herança maldita de Collor.

    Curtir

  4. Ricardo Silva

    este temer tem ar de demonio. papou até mulher que tem idade para ser a sua bisneta.

    Curtir

  5. Robson La Luna Di Cola

    Túdukúpadu petê!

    Curtir

  6. De onde vocês acham que vem a fortuna do Michelzinho, filho dele, de 2 milhões de reais em tão tenra idade?!

    Curtir

  7. ADRIANOVIAJANTE007

    Antigos na política, antigos na propina.

    Curtir

  8. Eliane Moura

    Vcs não sabem que o presidente NÃO PODE ser processado por crimes cometidos antes do mandato?
    Janot não sabe disso? Esse semovente vai ficar 2 meses revirando coisa velha pra derrubar o presidente?
    Vão se catar!

    Curtir

  9. Estava?? Está. Isso é mais velho do que andar para frente e sentar para cagar. Investiguem as privatizações dos portos do Roque Santeiro FHC. Quem tem coragem ???

    Curtir

  10. Jarbas N. Cavalcante

    Pelo andar da carruagem, logo descobriremos que esse Temer dá de 10×0 em pilantragem, no Luladrão.

    Curtir