Temer desautoriza fala de ministro sobre caixa 2

Geddel Vieira Lima afirmou não ver problema na prática. "Não é a posição do governo", disse o presidente

O presidente Michel Temer disse nesta quarta-feira que foi “supreendente” a declaração de seu articulador político, Geddel Vieira Lima, em favor da proposta que anistia a prática de caixa dois em campanhas eleitorais. “Pessoalmente eu acho que não é bom, mas vou chegar lá, quero esclarecer isso”, declarou Temer em entrevista coletiva em Nova York.

Segundo ele, a posição de Geddel é “personalíssima” e não reflete a posição do governo. “Eu pessoalmente acho que isso é matéria do Congresso Nacional, mas não vejo razão para prosseguir ou prosperar nesta matéria”, ressaltou.

Mas o presidente não quis discutir a orientação que dará à sua base na votação do assunto no Congresso Nacional. Temer ressaltou que não pretende interferir na atuação do Legislativo.

Nesta terça-feira, o ministro da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima, afirmou que o Palácio do Planalto não foi consultado sobre a tentativa de votar a anistia à prática do caixa dois, mas disse ser “pessoalmente” a favor da medida.

LEIA TAMBÉM:
Caixa 2: entenda a pegadinha para salvar enrolados na Lava Jato
Manobra para anistiar caixa 2 teve apoio de Rodrigo Maia e Renan

Para Geddel, se o Ministério Público Federal propôs um projeto para criminalizar o caixa dois, isso significa que esse tipo de prática não é considerado crime hoje em dia. Segundo o ministro, uma coisa é o político ser penalizado com base na legislação eleitoral e outra é o que vem acontecendo no âmbito da Operação Lava Jato, em que as condenações têm sido por corrupção e lavagem de dinheiro.

Na segunda, em uma tentativa atrapalhada, líderes de praticamente todos os grandes partidos tentaram articular a votação de uma proposta com esse fim. Foi colocado em pauta um projeto de 2007 sobre mudanças em regras eleitorais e uma emenda seria proposta para que houvesse anistia aos políticos que praticaram caixa dois no passado.

Ninguém assumiu a autoria da proposta, mas as articulações da iniciativa teriam contado com o aval do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que está interinamente ocupando o cargo de presidente da República enquanto Michel Temer está nos Estados Unidos.

Polarização 

Temer também disse que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva “tem condições” de ir ao Poder Judiciário e apresentar seus argumentos de defesa no processo em que é acusado de corrupção na Operação Lava Jato, que foi aceito pelo juiz Sergio Moro nesta terça-feira. “Se eu estivesse no lugar dele iria ao Judiciário para debater.”

Perguntado se a aceitação da denúncia contra o petista polarizaria ainda mais o país, o presidente disse que essa polarização deve ocorrer no plano jurídico. “Não sei quais serão as reações. Acho que deve polarizar no plano jurídico. Certa e seguramente, eu espero que seja assim. O sr. ex-presidente tem condições de ir ao Judiciário e, aí sim, polarizar com argumentos.”

Temer disse que não se manifestaria sobre a atuação do Poder Judiciário ou do Ministério Público, que são independentes. “Não será o Poder Executivo que vai julgar”, afirmou.

(Com Estadão Conteúdo)

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. Micky Oliver

    Esses escolhidos de Temer só dão bola fora!

    Curtir

  2. Januario Neto Souza Neto

    Governo golpista; das sombras; dos traidores; entre eles mesmos os bandidos se atropelam, governo dos gangsteres com apoio das elites e mídia gangster. A historia ainda vai colocar todos no devido lugar no lixo.

    Curtir

  3. everton pereira

    Ue mas ele não é ministro do governo? a Lava jato está com os dias contados, mas nós brasileiros é que optamos por isso.

    Curtir

  4. sempre ele ….. o Temer…. sempre tentando agir como a 20 anos atrás…. não tem jeito.. o cara não emenda…assim como está sendo feito com os ptralhas, fatalmente será aplicado a esse dinossauro da política velha…

    Curtir

  5. Este sim representa! nada de “estamos caminhando em um caminho” chega. A intenção pode ter sido a melhor mas a incompetência impediu… se perpetuar no poder falou mais alto.

    Curtir

  6. Arthur Silva Costa

    Acorda Presidente.o senhor Geddel é um homem perigoso

    Curtir

  7. Arthur Silva Costa

    O ministro Gedel é um político muito inteligente,

    Curtir

  8. Marcos Binelli

    A “História” irá colocar é o Molusco no seu devido lugar: TRAIDOR, SUJO, IMORAL, VAGABUNDO E LADRÃO. Quando ao atual Governo, é formado por todos que LAMBIAM as SOLAS DE SAPATO DO Molusco. Vai esperar o que né?

    Curtir

  9. Napoleao Gomes

    O que leva o Temer a se cercar por criminosos como Geddel, Pedro Parente e Silvia Maria? O Geddel é a favor do caixa-2, Silvia e Pedro Parente são processados por um rombo de 5 BILHÕES na Petrobras..!

    Curtir

  10. Gilberto Goes Junior

    Ministros do Temer só falam abobrinha,esse cara devia Pedir para sair,Mais uma vez estamos com as Pastas nas mãos de Gente Incompetente

    Curtir

  11. Federico Bottino

    E uma sintonia ! Um prega de um lado e o outro desprega do outro lado. Uma hora terá que se fazer com urgência e outra deixa pra depois. Estamos bem vendo os resultados que é ter governos incompetentes para gerir programas que tenham corpo com objetivos bem definidos e com isso ter um pais que pare de ficar na lanterna do desenvolvimento social e econômico em comparação com outros países com a exploração do potencial que tem o pais e dando ao povo orgulho com melhor qualidade de vida.

    Curtir

  12. Valdeci Pinheiro de Lima

    D uas coisas basicas de deduz deste incidente: a) tem muita gente proxima ao president com a lingua muito nervosa, que não consegue conte-la e b) tem muito bandido proximo ao prsidente, que quer defender atos criminosos, o que é indefensavel. Sabem que a socieddade não aceita este tipo de trapaça mas mesmo assim se ariscam. Lamentavel.

    Curtir

  13. E dificil governar quando existe tantos bandidos cada um segurando uma redea. O jeito e cortar as redeas para deixar a carroca cair e dai sim sair da lama podre em que se encontra o pais.

    Curtir