Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

STF nega pedido de Demóstenes para suspender processo

Senador é julgado pelo Conselho de Ética por ligações com Cachoeira. Defesa recorreu ao STF para paralisar ação, que pode resultar em pedido de cassação

A ministra Cármen Lúcia, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou nesta sexta-feira a suspensão do processo de cassação a que o senador que Demóstenes Torres (sem partido-GO) responde no Conselho de Ética do Senado. Os advogados do parlamentar alegavam que seu direito à ampla defesa não foi respeitado. Está marcada para a segunda-feira a apresentação do relatório final do Conselho de Ética, em que o senador Humberto Costa (PT-PE) deve pedir a cassação de Demóstenes por seu envolvimento com o grupo do contraventor Carlinhos Cachoeira.

O prazo para a apresentação da defesa do ex-democrata se encerra às 18 horas desta sexta-feira. A defesa do senador contestava os prazos aplicados pelo Conselho de Ética e afirmava que havia a necessidade de se realizar perícia em áudios da operação Monte Carlo, que flagraram Demóstenes em conversas com Cachoeira.

O Conselho de Ética deve dar o aval para a cassação de Demóstenes. Depois, o caso segue para a Comissão de Constituição e Justiça, onde o pedido de cassação também deve avançar. Só então começa a etapa final: a votação em plenário, onde o voto secreto torna o resultado bem menos previsível.