Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Sarney recebe alta médica, mas continua em São Paulo

Internado em 14 de abril depois de sentir fortes dores no peito, senador foi submetido a um cateterismo e a uma angioplastia com a colocação de um stent

Internado desde 14 de abril no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, o presidente do Senado, José Sarney (PMDB), recebeu alta médica na manhã desta terça-feira. De acordo com informações da assessoria de imprensa da presidência do Senado, Sarney passa bem, mas deverá permanecer na capital paulista por mais uma semana.

Visitas – No domingo, Sarney recebeu a visita do senador Pedro Simon (PMDB-RS). Na sexta, do ex-jogador e deputado federal Romário (PSB-RJ). Por meio de seu Twitter, Romário afirmou que “Sarney está com muita vontade de voltar ao Senado”. O ex-jogador também teve um encontro com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que estava no hospital para sua sessão diária de fonoaudiologia – como parte da recuperação de um câncer na laringe.

Na quarta-feira, às vésperas da instalação da primeira CPI do governo Dilma Rousseff, que vai investigar as relações de Carlinhos Cachoeira com políticos e agentes públicos, o vice-presidente Michel Temer e a cúpula do PMDB viajaram para São Paulo exclusivamente para se reunir com Sarney. No início da semana passada, o senador pediu licença médica de quinze dias para se recuperar da cirurgia a que se submeteu no último domingo. A senadora Marta Suplicy (PT-SP), vice-presidente da Casa, assumiu o comando do Senado.

Sarney foi internado depois de sentir fortes dores no peito. Ele foi submetido a um cateterismo e a uma angioplastia com a colocação de um stent, prótese posicionada no interior de artérias obstruídas por placas de gordura, para normalizar o fluxo sanguíneo. Ele deixou a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no começo da tarde de segunda-feira e foi transferido para a Unidade de Terapia Semi-Intensiva.