Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Quatro líderes do PCC são presos no interior de SP

Um dos detidos era guarda municipal e foi apontado pelo Ministério Público como o chefe do tráfico em Araçatuba (SP)

Uma operação do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público em parceria com a Polícia Militar prendeu nesta sexta-feira quatro líderes do Primeiro Comando da Capital (PCC) em Araçatuba, Guaraçaí e Penápolis, no interior de São Paulo. Os quatro comandavam o tráfico de drogas na região. Com eles, foram apreendedidos carros, motocicletas, celulares, computadores e pendrives com informações sobre mais envolvidos e a contabilidade do esquema.

Um dos presos era guarda municipal e chefe do tráfico em Araçatuba. Na casa dele, a PM apreendeu dois carros, três motocicletas e 4.100 reais em espécie, além de aparelhos eletrônicos. A investigação foi Iniciada em junho. Os promotores não passaram mais informações sobre a operação, como a quantidade e procedência da droga apreendida, porque, segundo eles, poderia atrapalhar o rumo das investigações.

“Nas primeiras análises que fizemos das mídias digitais já encontramos a contabilidade do tráfico e identificamos mais pessoas que fazem parte do esquema e que deverão ser presas nos próximos dias”, disse um dos promotores, que pediu para não ser identificado. Segundo ele, os detidos, vão responder por crimes de tráfico, roubo, formação de quadrilha e associação para o tráfico.

Leia também:

Saiba quem são os criminosos que comandam o PCC

Ministério Público aponta ligação entre PCC e máfia italiana

(Com Estadão Conteúdo)