Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

PSDB pede para MP investigar Fernando Pimentel

O PSDB mineiro enviou nesta quarta-feira ao procurador-regional eleitoral notícia-crime em que pede que o Ministério Público aprofunde as investigações sobre indícios de irregularidades cometidas durante a campanha do atual governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT), e que amplie as linhas de apuração da Operação Acrônimo, que prendeu o empresário Benedito Rodrigues Oliveira Neto, conhecido como Bené, o ex-assessor de comunicação social do Ministério das Cidades Marcier Trombiere Moreira e outras duas pessoas. A detenção do empresário, apontado como amigo de Pimentel, ocorreu a partir de uma investigação aberta pela Polícia Federal após um avião particular ter aterrissado, em outubro em Brasília, com 113.000 reais em dinheiro vivo. Bené era um dos passageiros da aeronave. Para o PSDB, os novos elementos recolhidos na Operação Acrônimo devem ser investigados para se verificar, por exemplo, se o jatinho de Bené foi utilizado ilegalmente na campanha de Fernando Pimentel. (Laryssa Borges, de Brasília)