Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

PSDB de Minas na briga para emplacar o nome de Aécio em 2014

“O senhor tem de ir para a televisão e anunciar o fim do fator previdenciário. Se o senhor acabar com isto, antes que o PT o faça, a gente ganha a eleição”. Do deputado estadual Domingos Sávio a José Serra

O tucanato mineiro aproveitou a ida do candidato do PSDB à Presidência, José Serra, a Minas Gerais para apresentar à cúpula do partido a conta do apoio ao presidenciável: o compromisso da indicação do senador eleito Aécio Neves ao Planalto em 2014. Serra visitou o estado para prestar suas condolências a Aécio, que perdeu o pai, o ex-deputado Aécio Cunha, no último domingo. A ideia do PSDB é fazer com que Serra consiga surfar na onda de sucesso do partido em Minas, o segundo maior colégio eleitoral do país.

Os tucanos mineiros, porém, têm algumas condições para entrar com tudo na campanha de Serra na segunda fase desta eleição: a principal delas é o compromisso da indicação de Aécio para concorrer à Presidência daqui a quatro anos. De acordo com a edição desta terça-feira do jornal O Estado de S. Paulo, o PSDB de Minas também pleiteia o fim do fator previdenciário no cálculo das aposentadorias do INSS, instituído no governo de Fernando Henrique Cardoso.

O sucesso do PSDB – e sobretudo de Aécio Neves – em Minas Gerais ficou ainda mais claro neste eleição. Além de ter sido eleito senador, o ex-governador conseguiu reeleger Antônio Anastasia para o comando do estado. Ele esteve atrás de Hélio Costa durante parte da campanha, mas conseguiu uma virada histórica às vésperas da eleição, que lhe garantiu a vitória já no primeiro turno.

O PSDB mineiro quer ver também uma mudança no tom de Serra. Para eles, o tucano deve adotar uma postura mais firme de oposição, com propostas mais ousadas – entre elas a do fim do fator previdenciário. “O senhor tem de ir para a televisão e anunciar o fim do fator previdenciário. Se o senhor acabar com isto, antes que o PT o faça, a gente ganha a eleição”, teria dito a Serra o deputado estadual Domingos Sávio (PSDB-MG).

Fator previdenciário – O fator previdenciário é uma fórmula que leva em conta o tempo de contribuição do trabalhador, sua idade e a expectativa de vida dos brasileiros no momento da aposentadoria. Assim, quanto menor a idade na data da aposentadoria e maior a expectativa de sobrevida, menor o fator previdenciário e, portanto, menor o benefício recebido. Quanto mais velho e quanto maior for o tempo de contribuição do trabalhador, maior será o valor da aposentadoria.

O fator previdenciário foi instituído em 1999, com a Lei 9.876, para incentivar o segurado do INSS a adiar sua aposentadoria, prolongando o tempo de contribuição. Com isso, a ideia seria equilibrar receitas e despesas da Previdência Social, reduzindo o déficit previdenciário.