Passaportes: procurador da Lava Jato diz que Temer ‘sufoca’ PF

Um dos responsáveis pela operação no Paraná, Carlos Fernando Lima relaciona corte que causou interrupção na emissão de documento à redução de investigadores

O procurador da República Carlos Fernando dos Santos Lima, um dos responsáveis pela Operação Lava Jato no Paraná, criticou o governo do presidente Michel Temer (PMDB), um dia após a suspensão pela Polícia Federal da emissão de passaportes. Lima aproveitou para reiterar seu descontentamento com a redução da equipe responsável pela operação e sugeriu que isso pudesse prejudicar as investigações pelo país.

“O governo Temer sufoca a Polícia Federal. Nem dinheiro para a emissão de um documento necessário como o passaporte”, escreveu o procurador em sua página no Facebook. “Imagine como está a continuidade das diversas investigações”, provocou. Segundo Lima, na Lava Jato “a equipe da polícia foi significativamente reduzida”, ao que ele questionou “a quem isso interessa?”

A PF informou nesta terça-feira que está suspensa a confecção de novas cadernetas de passaportes solicitadas a partir de então, devido à falta de recursos. “A medida decorre da insuficiência do orçamento destinado às atividades de controle migratório e emissão de documentos de viagem”, informou o órgão, que disse, ainda, que o agendamento online do serviço e o atendimento nos postos da instituição continuarão funcionando normalmente.

Não há, porém, previsão para a entrega do passaporte enquanto não for normalizada a situação orçamentária. Quem tiver sido atendido antes do dia 27 receberá o documento normalmente.

Investigação

A investigação feita pelos policiais federais concluiu que o presidente Michel Temer cometeu o crime de obstrução de justiça, em relatório encaminhado ao Supremo Tribunal Federal (STF), na qual também imputa a conduta ao ex-ministro Geddel Vieira Lima. O caso se relaciona com o suposto pagamento de propina ao ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), em troca de que ele não firmasse acordo de delação premiada.

O caso foi relatado pelo empresário Joesley Batista, do grupo JBS, em acordo de colaboração. A atribuição da conduta criminosa pela PF a Temer inclui também o trecho da gravação do diálogo entre ele e Joesley, na qual o executivo diz que está subornando juízes e um procurador do Ministério Público, fatos que não foram comunicados pelo presidente à Justiça. Michel Temer alegou em nota e pronunciamento que não acreditou no que ouviu, uma vez que o empresário teria o hábito de “contar vantagens”.

(Com Estadão Conteúdo)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Ataíde Jorge de Oliveira

    E$TADO demoK-
    -RäPTIKº püLLiÇ
    ÇiaLL
    Ä
    TORTO&ADireiT@

    Curtir

  2. Interessente essa falta orçamentária, eu por exemplo nunca tirei vários passaporte, para filho, mãe e irmãs, paguei todos, ressalto que não é um serviço barato.

    Curtir

  3. Leandros Parker

    Tudo que ele puder fazer pra se beneficiar, sem dúvida será feito.

    Curtir

  4. O desgoverno quer porque quer acabar com a lava jato porque odeia a JUSTIÇA.

    Curtir

  5. Eliane Moura

    E pq o lula e dilma não estão presos? Não tem dinheiro pq eles quebraram o país, mas esses canalhas querem prender os dois?

    Curtir

  6. Joao Campos Neto

    Este governo, vice do governo dos PTralhas, chega a ser mais safados e malévolos do que o da DilmANTA!

    Curtir

  7. glauco arias

    TEMER graças a Gilmar e o TSE se tornou um ditador e conspira para acabar de vez com a Lavajato.
    Gilmar acabou com a democracia e a justiça.
    Agora a ORCRIM manda no País.
    Gilmar acabou com a Justiça e a democracia.
    A tal governabilidade foi pro espaço e a crise do País vai se aprofundar.
    AGORA VEM O CAOS GILMAR.
    Não era o que a Orcrim queria, incendiar a nação?

    Curtir

  8. Ranulfo Civil

    Temer bandido , STF feito e afeito de bandidos …..canalhas , ….o cara faz o que faz , tem provas cabais de que ele é bandido e para ser processado precisa de aprovação de 172 bandidos como ele kkkkkkkk…..Brasil , país dá piada pronta

    Curtir

  9. Mantira cabeluda… a verba destinada de R$120 milhões (aumentada posteriormente para 145) nem foi completamente empenhada, pela PF… até hoje, pouco mais de R$80 milhões tiveram o necessário “empenho”.

    Curtir