Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Para Doria, sindicatos devem cobrir prejuízo com depredações

Prefeitura pediu a prefeitos regionais que calculem prejuízo local durante greve geral; intenção do prefeito é cobrar organizadores do movimento

Contrário à greve geral desta sexta-feira, o prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), pediu aos prefeitos regionais que calculem os custos com reparos em suas regiões, resultantes de depredações durante o movimento. O objetivo, segundo o prefeito, é cobrar esse valor das centrais sindicais responsáveis pela convocação do protesto.

Segundo informações do jornal O Estado de S.Paulo, Doria fez as declarações na manhã deste sábado, durante uma ação do projeto Cidade Linda. “Vamos cobrar todos os sindicatos. Eles irão dividir a conta do prejuízo que deram à cidade”, afirmou o prefeito.

Em nota enviada ao jornal, a Prefeitura de São Paulo declarou que informações sobre o tamanho dos danos estão sendo calculadas e que apura quais dos grupos envolvidos na manifestação seriam responsáveis pela depredação de semáforos, pontos de ônibus e objetos.

Sindicatos negam relação

Ainda segundo o Estado de S.Paulo, os sindicatos afirmam que não vão pagar. O secretário-geral da Central Única dos Trabalhadores (CUT), nega relação entre a greve geral de sexta-feira e atos de vandalismo. “Nós não podemos ser responsabilizados pelo ato de meia dúzia de jovens que decidem sair de casa para quebrar tudo”, disse o sindicalista.

João Carlos Gonçalves, secretário-geral da Força Sindical, repudia qualquer tipo de vandalismo e faz coro à CUT, apontando que as depredações são, na visão dele, até prejudiciais ao movimento. “Praticar atos de vandalismo durante a greve geral é um erro, já que algumas pessoas acabam associando com a nossa paralisação”, declarou ao jornal.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Tio Do lanche

    o filho é teu assume…

    Curtir

  2. Prefeito marketeiro . Novo Color.

    Curtir

  3. Social Democrata Nem Direita Nem Esquerda

    Apoiado! Esse sim é o papel de um prefeito. Mandar a conta a quem fez o estrago. Parabéns.

    Curtir

  4. Quebrou tem que pagar, estes petistas, sempre se fazendo de vitimas, mas trabalhar e construir algo, nem pensar, para eles é mais fácil destruir e não sabem de nada.

    Curtir

  5. Cristina Costa

    Apoiado Prefeito! O Brasil está farto desta baderna vermelha.

    Curtir

  6. Apoiado. O MBL e outros fazem protestos sem prejuízo as pessoas ou ao Estado e ainda mantém na medida do possível, as ruas limpas. Apertou no bolso, agora vão pensar duas vezes antes de fazê-lo ou apoia-lo (estes tipos de manifestações).

    Curtir

  7. jose augusto conde folly

    TEM É QUE ACABAR COM CERTOS SINDICATOS , POIS NÃO VÉ O INTERESSE DO TRABALHADOR E SIM PARA ROUBAR , ESSES SINDICATOS ATUAIS SÃO NA VERDADE QUADRILHAS DE BANDIDOS , TRAVESTIDO DE CIDADÃO.

    Curtir

  8. Absolutamente certo. A conta dessa “festa” não pode recair, de novo, nas constas do contribuinte. O contribuinte paga os mortadelas, os balões, os foguetes para atacar a polícia, os ônibus para transportar os “red blocs”, perde o dia de trabalho e depois ainda tem que pagar o conserto do que os vermelhos depredaram? Doria está no caminho certo.

    Curtir