Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Palocci, o homem de 200 milhões, diz que recebe 2 775 reais

Ao pedir a liberação de dinheiro bloqueado, o ex-ministro de Lula e Dilma informa ao juiz Moro que recebe um salário menor que o de seu motorista

Nos últimos cinco anos, o ex-ministro Antonio Palocci movimentou 211 milhões de reais. A maior parte do dinheiro passou pelas contas de sua empresa, a Projeto Consultoria Empresarial e Financeira. Depois que ele foi preso, a Justiça bloqueou 30 milhões de reais na conta da Projeto e mais 814 000 reais na conta pessoal do ex-ministro.

Agora, a força-tarefa da Lava-Jato está diante de um Palocci que tenta se apresentar bem mais modesto. O ex-todo-poderoso ministro da Fazenda e da Casa Civil nos governos Lula e Dilma pediu ao juiz Sergio Moro que libere 79 000 reais para pagar as despesas da empresa e, no pedido, incluiu um dado que chama atenção: informou que seu salário mensal na Projeto é de apenas 2.775 reais.

Leia também:
Palocci alega que não podia ser preso. E perde na justiça
Moro decide manter Palocci na prisão

O salário do ex-ministro está discriminado na lista de despesas de outubro da Projeto. Ele receberia o valor a título de pro-labore – a remuneração a que têm direito os sócios de uma empresa. O ganho mensal de Palocci é menor do que o salário de um de seus motoristas, Carlos Alberto, que recebe 8 543 reais brutos por mês, com o acréscimo de horas extras.

A remuneração de Palocci também fica bastante aquém da que ele paga ao administrador Branislav Kontic, seu ex-assessor, igualmente preso pela Lava-Jato. Brani, como é carinhosamente chamado pelos companheiros, ganha um salário bruto de 17 000 reais.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Antonio Costa

    Todos esses petralhas pensam que nós somos trouxas.

    Curtir

  2. Jorge Dias da Silva

    Como consegue guardar tanto dinheiro assim, só com esse salário ?

    Curtir

  3. adson miranda de almeida

    com 200 millhões, precisa de que mais. vai viver de juros o resto da vida. problema é que no Brasil aceitamos tudo

    Curtir

  4. Carlos Henrique Da Silva

    Para o azar do Lula nem todos são José Dirceu. Bicos serão abertos. Para delação do Italiano em 3…2…1

    Curtir