Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

No PSDB, Aécio é acusado de intervir em diretório do Acre

Assinatura eletrônica do mineiro consta em documento que afastou de comando regional deputado que é contra Temer e a favor de novo presidente para partido

Embora o senador Aécio Neves (PSDB-MG) esteja licenciado do cargo de presidente nacional do PSDB, sua assinatura aparece como a responsável por intervir no diretório acriano da sigla, interrompendo o mandato de um deputado federal adversário para colocar no poder um aliado seu. É o que acusa o parlamentar Major Rocha (AC), agora ex-presidente local da legenda.

No dia 11 de junho, um domingo, quando o senador ainda estava impedido de exercer suas atividades parlamentares pelo Supremo Tribunal Federal (STF), a Justiça Eleitoral recebeu uma alteração de todo o mandato da executiva do PSDB-AC. Foram destituídos Rocha e outros catorze dirigentes tucanos. Registrada no Sistema de Gerenciamento de Informações Partidárias (SGIP), do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a mudança foi feita com o nome de Aécio, quando o presidente oficial da legenda já era o interino, o senador Tasso Jereissati (CE).

A assessoria de imprensa do tucano, no entanto, informou que ele está afastado das funções partidárias. Já Major Rocha integra o grupo conhecido como “cabeças pretas”, ala do PSDB na Câmara que pede o desembarque do partido da base aliada do governo Temer. Ele também tem sido uma das vozes tucanas que pedem a convocação de uma convenção nacional para eleger um novo presidente para substituir Aécio.

‘Golpe’

Por causa disso, o deputado acriano acusa o senador mineiro de ter dado um “golpe” para beneficiar o ex-deputado federal Marcio Bittar (PSDB-AC), que almeja ser candidato a senador pelo partido em 2018.

“O que vivenciamos no partido, infelizmente, foi uma tentativa de golpe. Veja que nos dias 13 e 19 alguém entrou no site do TRE e simplesmente apagou a atual Executiva. No dia 19, tentaram inscrever outra Executiva. O que mais me chamou atenção foi que quem fez isso, segundo o TRE, foi o Aécio, alguém que está afastado da presidência. Informei o presidente, Tasso Jereissati, que ficou preocupado e tentou resolver esse problema”, disse o deputado federal a um site local.

Rocha se negou a comentar o assunto, mas ameaçou entrar com um mandado de segurança na Justiça. A situação fez com que a cúpula tucana agisse para controlar a crise interna. O líder do PSDB na Câmara, Ricardo Trípoli (SP), conseguiu evitar que o deputado levasse a situação à tribuna na semana passada.

Desempenho

Procurado, Márcio Bittar disse que o assunto é uma questão interna do PSDB e não tem relevância nacional. Ele argumentou que o mandato de Rocha tinha período de dois anos e expirou.

A justificativa oficial do partido para a interrupção do mandato de Major Rocha é o fraco desempenho do partido no Acre nas eleições de 2016. Isso porque, em janeiro de 2017, quando Aécio Neves aprovou a prorrogação do mandato de todas as Executivas, incluindo o seu, a direção do PSDB havia estabelecido metas de desempenho para o pleito terminado meses antes.

Pela resolução da legenda apenas os estados que tivessem atingido um desempenho mínimo poderiam ter os mandatos das Executivas prorrogados. Ao todo, seis não conseguiram atingir a meta de candidatos recomendada pela direção nacional. Os comandos dos cinco outros estados teriam conseguido negociar a extensão do mandato, e, portanto, somente o Acre teve sua Executiva destituída.

Procurado, João Almeida, diretor de Gestão Corporativa do PSDB, disse que foi ele quem usou login e senha de Aécio para alterar a composição da Diretório Estadual do Acre. Segundo ele, o login é cadastrado em nome do presidente do partido, por isso a assinatura de Aécio na movimentação realizada. Almeida ainda argumentou que o Acre não ultrapassou a linha de corte pelo desempenho nas eleições municipais do ano passado.

(Com Estadão Conteúdo)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Social Democrata Nem Direita Nem Esquerda

    E QUAL O PROBLEMA? ISSO É ASSUNTO INTERNO, INTERNO (OUVIRAM?) DO PARTIDO. COMO SE NUNCA TIVESSE ACONTECIDO COM OUTROS…NO PT É NORMAL!

    Curtir

  2. Paulo Bandarra

    Ele fez o mesmo no RGS. Um mafioso.

    Curtir

  3. Este que Veja dá destaque tb me parece irrelevante para o grande público. Lula impôs Gleise como canditada do partido não faz 1 mes. Lula manda não pede no PT. Ditadura pura, e os macaquinhos adoram.

    Curtir

  4. marcos mouta

    Somente a visita daquela milenar, inesperada e indesejável senhora põe fim à sanha desses políticos brasileiros, que no exercício da função publica; 99,9% deles não valem as fezes que expelem!

    Curtir

  5. O AÉCIO NEVES PRECISA SER AFASTADO URGENTEMENTE DA PRESIDÊNCIA DO PSDB, ELE DESTRUIU O PARTIDO…..
    DESTRUIU TAMBÉM A CONFIANÇA DE SEUS ELEITORES, EU SÓ VOTEI NELE PARA PRESIDENTE EM 2014, PORQUE SOU ANTE PT, PORTANTO JAMAIS VOTAREI NELE NOVAMENTE, NEM PARA SÍNDICO DE VIELA…

    Curtir

  6. Flavio Oliveira Melo

    Brasil tem sistema político ‘podre’ que parou de funcionar, diz ‘FT’ … econômico do Brasil”, o texto aponta para a “bagunça” da economia e a “desordem” das finanças do governo para dizer que a situação no país é “cada vez mais instável”.

    Curtir

  7. Aécio já era e com ele o PSDB que traiu o povo quando ficou com temer.

    Curtir

  8. everton pereira

    Esse é o PSDB do jeitinho. Eles sabem fazer. Por que o PT e o PMDB não aprendeu como se faz? Só os militares para passar esse brasil a limpo.

    Curtir