Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Lula vai deixar o hospital nesta terça-feira, confirma médico

Roberto Kalil Filho informou que o ex-presidente sente-se bem. Em 20 dias, Lula fará exame para saber se o tumor na laringe regrediu

O cardiologista José Roberto Kalil, médico pessoal do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, confirmou por volta das 15 horas que o petista sairá nesta terça-feira do Hospital Sírio-Libanês, onde está internado desde segunda-feira para a segunda sessão de quimioterapia de contra um câncer na laringe diagnosticado em outubro. Segundo Kalil, Lula deve deixar o hospital entre 20h e 21h, após o jantar, e seguirá para o seu apartamento, em São Bernardo do Campo (SP). Kalil disse que o ex-presidente está bem e o tratamento transcorreu sem nenhum imprevisto. Lula deve realizar, dentro de vinte dias, um exame da imagem para saber se o tumor regrediu. Em casa, ele receberá doses de medicamentos quimioterápicos por meio de uma bomba de infusão ligada a um cateter inserido sob a pele abaixo do ombro. Nos próximos dias, a equipe médica pretende insistir para que o ex-presidente saia de casa para se distrair e despachar na sede do Instituto Lula, na capital paulista. A melhora do humor, segundo os médicos, contribui para a recuperação do paciente. A presidente Dilma Rousseff tem entrado em contato com a equipe médica nas últimas semanas para obter informações a respeito do quadro de saúde de Lula. Nesta terça-feira, o ex-presidente recebeu a visita do ex-deputado e advogado Sigmaringa Seixas. Na tarde de segunda, estiveram com Lula o ministro-chefe da Secretaria Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho, e o presidente do Instituto Lula, Paulo Okamotto. À noite, o ex-ministro Antonio Palocci, demitido da Casa Civil do governo de Dilma Rousseff depois de denúncias de corrupção, passou algumas horas ao lado do ex-presidente. Leia também: Lula chega a hospital para 2ª sessão de quimioterapia Lula divulga foto sem barba e cabelo Tratamento deve durar 3 meses, diz oncologista de Lula Tumor de Lula é de média agressividade, dizem médicos Saiba mais sobre o câncer que atingiu o ex-presidente Lula