Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Lava Jato ataca STF por decisão sobre afastamento de parlamentar

Para procuradores da força-tarefa, entendimento de que palavra final cabe ao Congresso dificulta o combate à corrupção; ataques aumentarão, diz Dallagnol

Dois dos principais procuradores da República que integram a Operação Lava Jato no Paraná, Carlos Fernando dos Santos Lima e Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa, criticaram duramente nesta quinta-feira (12) em suas redes sociais a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), tomada na quarta-feira, de dar ao Congresso a última palavra no afastamento de parlamentares determinado pela própria Corte.

A decisão vai influenciar diretamente a situação do senador Aécio Neves (PSDB-MG), afastado de seu mandato pela maioria da Primeira Turma do STF no começo de setembro a pedido da Procuradoria-Geral da República. O tucano é acusado de corrução passiva, obstrução da Justiça e também de ter pedido e recebido R$ 2 milhões em propina da JBS, além de ter atuado no Senado e com o Executivo para embaraçar as investigações da Lava Jato.

O entendimento do STF acontece um ano e cinco meses depois de o próprio tribunal ter determinado, de maneira unânime, o afastamento do então deputado federal e presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

Veja também

“Infelizmente, ontem, o STF deixou de lado o processo histórico de consolidação da interpretação da Constituição Federal pelo Poder Judiciário para se curvar às ameaças dos políticos”, escreveu o procurador Carlos Fernando dos Santos Lima em seu perfil do Facebook. O procurador fez referência à pressão exercida pelo Senado depois que o STF decidiu afastar o senador Aécio Neves (PSDB-MG), em setembro.

“Infelizmente, não foi uma resposta altiva, mas frágil e tímida, gaguejante até, por uma falsa contemporização. Há momentos em que devemos buscar a harmonia, mas há aqueles em que só resta a coragem de fazer o certo.”

No Facebook e no Twitter, Dallagnol disse que os parlamentares vão continuar praticando crimes por estarem “sob suprema proteção”. “Parlamentares têm foro privilegiado, imunidades contra prisão e agora uma nova proteção: um escudo contra decisões do STF, dado pelo próprio STF”, escreveu. “Fica o reconhecimento à minoria que vem adotando posturas consistentes e coerentes contra a corrupção, especialmente Fachin e Barroso.”

(Reprodução/Reprodução)

(Reprodução/Reprodução)

A decisão do STF de dar ao Legislativo a palavra final sobre a suspensão dos mandatos de parlamentares teve votação apertada –6 votos a favor e 5 contra. O voto de minerva foi dado pela presidente da Suprema Corte, ministra Cármen Lúcia.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. José Angelo

    Ministra Carmen, que vergonha de ser brasileiro! STF acabou.

    Curtir

  2. Ronaldo Nascimento Nascimento

    Em quem poderemos confiar e com quem contar à partir de agora ?
    Com esta Câmara corrupta, é agora blindada pela justiça, ou em nossos próprios punhos.
    Então vamos à luta, fazer nosso grito soar mais alto, com sabedoria.

    Curtir

  3. Silvano Oliveira

    Estamos ferrados!O que esta acontecendo com os brasileiros?Temos que acordar ir a luta,só restaram nós,Esta tudo e todos corrompidos.

    Curtir

  4. O STF lavou as mãos diante da responsabilidade de garantir a Justiça no Brasil. Entregou o Brasil nas mãos dos seus algozes para ser crucificado. Qualquer brasileiro de mediana inteligência sabe que dar ao Senado ou ao Congresso a prerrogativa de aceitar ou não o afastamento de um parlamentar é a mesma coisa que dar a chave do galinheiro à raposa. Quase todos nessas duas Casas estão às voltas com a Justiça, como esperar deles a necessária isenção? Infelizmente o STF errou muito ao dizer que os parlamentares vão arcar com o ônus ou o bônus das suas decisões. Em que País nós estamos agora? Estamos sem as garantias constitucionais de que todos são iguais perante as leis.

    Curtir

  5. jamilsom malta malta

    EU JA PERDIR A ESPERANÇA PORQUE JA TA TUDO DOMINADO PELO STF TSE CONGRESSO SENADO JA ESTAMOS VIVENDO UMA DITADURA COMUNISTAS NO BRASIL

    Curtir

  6. jamilsom malta malta

    SOCORRO FFAA

    Curtir

  7. jamilsom malta malta

    E VERGONHOSO QUANDO VEJO AQUELES MINISTROS BANDIDOS DO STF REUNIDOS PARECEM MAIS UMAS RATAZANAS

    Curtir