Justiça proíbe candidatos de SP de usar imagem do adversário

Os dois candidatos ao governo de São Paulo mais bem colocados nas pesquisas, Geraldo Alckmin (PSDB) e Aloizio Mercadante (PT), estão proibidos de utilizar imagens do adversário em suas respectivas propagandas eleitorais. O juiz auxiliar da propaganda eleitoral Luís Francisco Aguilar Cortez determinou no sábado a suspensão da propaganda de Alckmin que traz imagens e voz de Mercadante.

No domingo, Aguilar Cortez também proibiu a veiculação da propaganda de Mercadante que usa imagem e voz de Alckmin. Em sua decisão, o juiz entendeu que as propagandas atacadas não têm caráter ofensivo ou degradante, mas determinou a suspensão com base em entendimento de que é proibida a veiculação de imagem de candidato de partido distinto daquele que faz a propaganda e com ele não coligado, sem autorização do candidato.

Em ambos os casos, cabe recurso ao Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo.

(Com Agência Estado)