Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Justiça inocenta engenheiros que acusaram Dirceu

Primeira Câmara Criminal do Rio conclui que o ex-ministro não conseguiu comprovar serviços de consultoria

O ex-ministro-chefe da Casa Civil José Dirceu não conseguiu, nos últimos seis anos, comprovar na Justiça que tenha prestado serviços de “consultoria” à Delta Engenharia, do empresário Fernando Cavendish. Em 2011, os engenheiros José Quintella e Romênio Machado, da Sigma Engenharia, empresa que havia sido comprada pela Delta, acusaram Dirceu de receber dinheiro da empresa sem prestar serviços. A reportagem “O Segredo do sucesso”, publicada por VEJA, mostrava como Dirceu recebia dinheiro para fazer tráfico de influência, abrindo as portas da Petrobras para a empresa de Cavendish.

No dia 13 de junho, os desembargadores da Primeira Câmara Criminal do TJ julgaram improcedente o recurso de Dirceu, por considerarem que os dois engenheiros não tiveram o propósito de ofender a honra do ex-ministro. No ano passado, o TJ do Rio já havia negado provimento à acusação de Dirceu, que se dizia caluniado, e inocentou José Quintella e Romênio Machado, na primeira instância. O TJ do Rio concluiu que os dois engenheiros não agiram com a intenção de macular a honra do ex-ministro. Mas José Dirceu recorreu à segunda instância.

“Vale ressaltar que o querelante (Dirceu) não apresentou a mínima prova de ter prestado serviços de consultoria à empresa Sigma, de modo a demonstrar que a afirmação dos querelados era falsa”, diz trecho do relatório da desembargadora Katya Maria de Paula Menezes Monnerat, relatora do processo. “Em contrapartida, os querelados (Quintella e Romênio) juntaram aos autos as notas fiscais (…) por ‘serviços prestados’ pela empresa JD Assessoria”, continua o relatório da desembargadora.

Romênio Machado e José Quintella

Romênio Machado e José Quintella: Eles se recusaram a pagar José Dirceu por serviços não prestados de “consultoria” (Eduardo Martinho / Documentography/VEJA)

Após a publicação da reportagem de VEJA, que já mostrava a fórmula encontrada pelos petistas para vender facilidades a empresários interessados em contratos fraudulentos com o poder público, a vida de Dirceu sofreu um revés. A força-tarefa da Operação Lava Jato levantou o sigilo fiscal da JD Assessoria e Consultoria e descobriu que a empresa do ex-ministro recebeu 39,1 milhões de reais entre 2006 e 2013.  Estão na lista de pagadores a Delta Engenharia e Montagem, novo nome da Sigma, e várias empresas que compunham o cartel do petrolão, como as construtoras Camargo Corrêa, UTC, OAS, Engevix, Galvão Engenharia e Serveng.

José Dirceu recebeu duas condenações na Operação Lava Jato, que somam 31 anos de prisão, por corrupção passiva, lavagem de dinheiro e organização criminosa. Em maio, a Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal mandou soltar o ex-ministro, por entender que ele deve aguardar o julgamento em segunda instância fora da cadeia. O Tribunal Regional Federal da 4ª Região, em Porto Alegre, que revisa as sentenças da Justiça Federal em Curitiba, ainda não tem data para o julgamento. O ex-ministro foi condenado a sete anos e onze meses no processo do mensalão, por corrupção passiva, mas o ministro Luis Roberto Barroso concedeu o perdão da pena, no ano passado.

Os dois engenheiros que denunciaram Dirceu disseram que foram muito prejudicados no episódio da contratação-fantasma de Cavendish. Eles tinham vendido a Sigma para a Delta, mas continuavam na gestão do grupo, quando depararam com as notas para pagar o ex-ministro, o que prontamente se recusaram a fazer, pois viram que se tratava de corrupção. José Quintella conta que eles não receberam 45 milhões de reais que Cavendish lhes deve pela Sigma. Os dois engenheiros perderam a empresa e hoje trabalham como empregados. “Eu e Romênio estamos passando dificuldades financeiras até hoje. Nossa vida está difícil”, diz Quintella.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. A turma do PT e coligados é a própria encarnação do mal sobre a Terra. Eles têm os mesmos princípios de seus príncipe. Por isso, por onde passam, mentem, roubam, matam e destroem.

    Curtir

  2. Jorge Iório

    Prendam esse bandido! Ele nao merece estar solto! Essa gente so quer o mal do pais!

    Curtir

  3. Floriano Barros

    Quero ver como o Ladrão vagabundo do Zé Dirceu vai ressarcir o erário público, até agora nada, só lorota e conversa para boi dormir.

    Curtir

  4. O único vagabundo ladrão que saiu ganhando foi o dirceu ladrão vagabundo, comparsa do vagabundo lulladrão.
    A justiça dos vagabundos de toga, canalhas covardes, que se escondem atrás da toga imunda, com certeza, receberam propina para dar liberdade ao vagabundo dirceu ladrão.

    Curtir

  5. Marcos de Almeida Lima

    O PT arruinou o país, arruinou as instituições, arruinou empresas,, arruinou a sociedade, arruinou pessoas, arruinou o nome e a credibilidade do Brasil, a Economia, as finanças, a estrutura estatal, o futuro que já tínhamos.
    O PT é uma facção do bárbaro e ateu comunismo,
    O PT é filho legítimo e parido de Babilônia.
    Como sua mãe, veio para roubar, matar e destruir.
    E o eleitor, caído, venal, desonesto, vil, corrupto, ainda não se assustou com ele.
    Um merece o outro. E ambos o inferno.

    Curtir

  6. Igor Pricandi

    Pois é, voltar pra cadeia nem pensar não é STF?

    Curtir

  7. Pedro Paulo Maia

    Entao dirceu tremendo mala junto o lula

    Curtir