Gleisi diz que Dilma pediu perfil técnico à Casa Civil

Em primeiro pronunciamento após ser escolhida para o novo cargo, senadora diz que sua tarefa será acompanhar o andamento da gestão do governo

No primeiro pronunciamento depois de ser escolhida para comandar a Casa Civil, a senadora Gleisi Hoffann disse que foi chamada pela presidente Dilma Rousseff para dar um perfil mais técnico à pasta. “A presidenta Dilma encomendou um trabalho de gestão na Casa Civil. O meu perfil se adequa àquilo que ela pretende agora na Casa Civil: de acompanhamento das atitudes de governo”, afirmou, em rápida entrevista coletiva concedida no Senado. Gleisi toma posse nesta quarta-feira, às 16 horas, no Palácio do Planalto.

Dilma conheceu Gleisi de perto quando comandou o Ministério de Minas e Energia, no governo Lula. Na época, Gleisi era diretora financeira da usina hidrelétrica de Itaipu. Na noite desta quarta, a sucessora de Antonio Palocci disse ter um desafio grande pela frente e agradeceu a confiança nela depositada por Dilma.

Com a mudança, a tendência é que a Casa Civil deixe de fazer a interlocução com o Congresso e se concentre em coordenar os programas de governo. Dessa forma, resta uma incógnita: ou o ministro das Relações Institucionais, Luiz Sérgio, vai ganhar poder, ou vai ser limado do cargo. Luiz Sérgio tem pouco prestígio tanto com a presidente Dilma quanto com a base aliada. Cabia a Antonio Palocci a coordenação política.

Gleisi Hoffmann também elogiou o antecessor: “Quero fazer uma menção especial ao ministro Palocci. Para nós também é um momento triste. Sabemos do relatório da procuradoria que colocou de forma muito clara a situação do ministro. É uma pena perder o ministro Palocci, pela qualidade que ele tem”, declarou. Parte da bancada petista permaneceu ao lado de Gleisi durante o pronunciamento.