‘Fora, Temer’ e sustos: o debate no SBT que você não viu

Saiba o que movimentou os assessores e convidados dos candidatos à prefeitura de São Paulo nesta sexta

Os candidatos à prefeitura de São Paulo se reuniram nesta sexta-feira para mais um debate, desta vez no SBT. Se o clima diante das câmeras foi morno, a plateia estava agitada. Confira a seguir os bastidores do programa:

Primeiramente – Sem chances reais de ver sua candidata chegar ao segundo turno da disputa municipal, os convidados de Luiza Erundina (Psol) aproveitaram o debate para se divertir. Distribuíram pelo WhatsApp um meme que ironiza João Doria (PSDB) e chamaram a atenção no estúdio para a plateia com gritos de ‘Fora, Temer’.

Convidado presta atenção ao debate

Convidado presta atenção ao debate

Passatempo – Além dos gritos, os apoiadores de Erundina passaram os minutos finais do debate desenhando a frase contra o presidente em um caderno.

Susto – Quem acompanhava o debate na sede do SBT assustava-se o tempo todo com gritos vindos do estúdio ao lado. No mesmo horário, estava sendo gravado também o programa de calouros Máquina da Fama.

Debate no SBT

Faltou (VEJA.com)

Cadê o padrinho? – Principal cabo eleitoral do tucano João Doria, cuja candidatura patrocinou no PSDB, o governador Geraldo Alckmin não foi prestar apoio ao candidato no debate desta sexta. Na cadeira em que estava seu nome sentou-se Bia Doria, mulher do empresário. Assessores disseram que a ausência se deu por causa do horário do programa, em que o governador está trabalhando.

Ausência notada – O assessor Marcelo Squassoni, da campanha de Celso Russomanno (PRB), que está sendo acusado de fraude, não compareceu ao debate.

Cool – João Doria foi novamente o único candidato sem gravata. Na vestimenta e na fala, o tucano tenta reforçar a ideia de que não é um político – e livrar sua imagem do desgaste da classe.

Debate no SBT

Erundina e seu banquinho (VEJA.com)

Mãozinha – Erundina, com seu 1,55 m de altura, teve que usar um banquinho para atingir a altura do púlpito.

Tá? – Doria foi aplaudido até de pé por seus convidados ao dizer que vai devolver o terreno de cerca de 300 metros quadrados ao município de Campos do Jordão. Já os convidados de Erundina gritaram: “Roubo, mas devolvo, tá?”.

Panfletagem e amor – Assim que terminou o debate, Bia Doria saiu distribuindo santinhos para a equipe do SBT. “Aqui o santinho, votem no Doria”, dizia. Ela também comentou que agora, com a campanha, está vendo mais o marido do que quando ele ficava no escritório.

 

 

 

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. O governador Geraldo Alckmin é o principal apoiador da candidatura de João Doria a prefeito de São Paulo. O debate ocorreu no meio do dia. Fico feliz que o governador preferiu trabalhar a fazer campanha eleitoral. Como sempre, Alckmin dando exemplo.

    Curtir

  2. #FORA LULA!

    Curtir

  3. Tiburtino Lacerda

    NUNCA votei em partidos de esquerda, para mim, já passava da hora, de DAR DESCARGA para Dilma e a PODRIDÃO do PT.Mas, os políticos brasileiros atuais, foram ESCOLHIDOS A DEDO, para serem IMPRESTÁVEIS.Se o povão quiser que o presidente brasileiro, não tome medidas ANTI POVO, o grito de FORA TEMER, não pode parar, nem se enfraquecer, muito pelo contrário, devemos pressionar sempre e sem trégua, para que Temer ou outra droga de político qualquer, que assuma a presidência, trabalhe sob MUITA PRESSÃO POPULAR.Só assim, essa corja se comporta como gente!

    Curtir