Espera para tirar visto dos EUA cai em SP

Quatro meses depois da inauguração dos Centros de Atendimento ao Solicitante de Visto (Casvs), pleitear um visto americano está menos maçante em São Paulo. Entre agendar o atendimento e ter em mãos o passaporte com a permissão de entrada, o futuro viajante espera, em média, uma semana. A demora já foi de até três meses por um horário de atendimento no consulado americana na capital paulista, além de mais 15 dias úteis para o processamento do visto.

Há até quem consiga agendar atendimento para o dia seguinte nos Casvs Pinheiros e Vila Mariana, e a entrevista no Consulado um dia depois. Oficialmente, a média de espera para São Paulo é de dois dias. Já a devolução do passaporte com o visto tem prazo demora até cinco dias úteis.

Os Casvs funcionam como uma triagem, é onde o solicitante tira foto em impressão digital, mostra o formulário de perguntas preenchido na internet e o comprovante de pagamento da taxa de 160 dólares. Depois, a maioria precisa ir até o consulado para a entrevista, geralmente no dia seguinte. Quem tem menos de 15 e mais de 66 anos precisa passar só pelo Casv e, em alguns casos, quem renova o visto também fica isento de entrevista.

As filas que serpenteavam pela Rua Henri Dunant, na zona sul de São Paulo, onde fica o consulado americano, também diminuíram. Tanto que o comércio no entorno já amarga prejuízos. “Caiu pela metade o movimento, não se vê mais aquelas filas. Antes, abríamos às 6h e fechávamos às 17h. Agora, às 14h estamos encerrando o expediente, porque não aparece ninguém”, conta a dona de um café ao lado do consulado, Mariana Tocci.

A embaixada e os consulados dos Estados Unidos no Brasil processaram 81.737 vistos em julho de 2012, 24% a mais que no mesmo mês de 2011. Em São Paulo, 2,1 mil pessoas por dia pleiteiam um visto americano. A taxa de aprovação é de 95%.

(Com Agência Estado)