Em Florianópolis, candidatos fecham apoios e redefinem estratégia

Gean Loureiro (PMDB-SC) e Angela Amin (PP-SC) disputam o segundo turno e apostam em tempo de TV e apoios de candidatos derrotados

Os apoios e estratégias para o segundo turno das eleições em Florianópolis se definiram logo na primeira semana após a eleição. A candidata Angela Amin (PP-SC) terá o apoio do PSB na disputa para o segundo turno. A adesão foi oficializada na manhã de sexta-feira. Murilo Flores (PSB), candidato no primeiro turno que ficou em quarto lugar com 22.809 votos, seguiu a orientação do partido e oficializou o apoio à candidata. O deputado estadual Espiridião Amin e João Amin, filho do casal e presidente municipal do PP estavam presentes na cerimônia.

Segundo o presidente municipal do partido, a estratégia para disputa do segundo turno das eleições municipais será a intensificação da propaganda eleitoral na TV. “Enquanto no primeiro turno tínhamos apenas 1 minuto 39 segundos, agora teremos 10 minutos, portanto disputaremos em igualdade e com chances de mostrar o que a queremos para Florianópolis. Teremos também o apoio do candidato do PSB que teve 22 mil votos no primeiro turno”, afirmou João Amin, presidente municipal do PP.

LEIA TAMBÉM:
Gean Loureiro e Angela Amin vão ao segundo turno em Florianópolis

Na última quarta-feira, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) condenou a candidata pepista por improbidade administrativa durante o período em que ela administrou a cidade, entre 1997 e 2005. Entre as penas estabelecidas, o ministro Mauro Campbell Marques determinou a suspensão dos direitos políticos de Angela por cinco anos.

No entanto, a estratégia de campanha de Gean Loureiro seguirá a mesma do primeiro turno e com a mesma coligação. Segundo, o candidato a intenção é ganhar as eleições na urna. “A recente condenação da candidata pelo STJ não é um problema da nossa campanha. Manteremos a mesma estratégia limpa. Nossa intenção é vencer nas urnas com votos de eleitores que busquem uma gestão diferente da atual”.