Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Dilma falou em pagamento pelo ‘tradicional’ caixa 2, diz Santana

Petista é personagem do acordo de delação premiada de João Santana e de Mônica Moura, já homologado pelo STF

Marqueteiro das campanhas presidenciais petistas, o publicitário João Santana disse, em acordo de delação premiada, que a ex-presidente Dilma Rousseff afirmou a ele que parte de seus serviços de propaganda eleitoral seria quitado via caixa dois, classificado por ela como a “forma tradicional” de realização de campanhas. Aos investigadores da Operação Lava Jato, Santana declarou que “negociações informais” para pagamentos se intensificaram durante o período de Dilma Rousseff, “com a participação direta” da petista.

Em um dos depoimentos de sua delação, Santana disse que, entre maio e junho de 2014, em um almoço íntimo no Palácio da Alvorada, em Brasília, Dilma lhe assegurou que atrasos de pagamento não ocorreriam e que uma pessoa de “total confiança” seria responsável pelo programa de pagamentos. Essa pessoa, disse o delator, é o ex-ministro Guido Mantega. Na época, João Santana ainda não tinha recebido pagamentos pela campanha de 2010 e pressionava para que não houvesse atrasos nos repasses.

Meses depois, por volta de outubro e novembro de 2014, já durante as investigações da Operação Lava Jato, a então presidente Dilma comentou com João Santana, durante um almoço, que o empreiteiro Marcelo Odebrecht estava mandando recados velados sobre as investigações a respeito do petrolão. Na opinião de Dilma, Odebrecht estava vazando informações sobre pagamentos ilegais na campanha como forma de mandar um “recado” à presidente. Pressionada pelo empreiteiro, Dilma tratou de se certificar de que os pagamentos ao casal João Santana e Mônica Moura tinham sido feitos de “forma segura” via caixa dois. Para Dilma, a atuação de Odebrecht contra ela poderia acabar causando prejuízos também ao próprio empresário, já que a petista tinha conhecimento de que ele era um notório financiador, via caixa dois, dos serviços de João Santana em campanhas no exterior.

A estratégia de Dilma, relatou Santana em sua delação, era a de que, confrontada com as suspeitas de caixa dois, poderia apresentar os “altos valores oficiais da campanha” como argumento de defesa. Por via das dúvidas, a petista recomendou que o casal de marqueteiros permanecesse o maior tempo possível fora do Brasil. “Qualquer novidade, ela avisaria”, disse João Santana às autoridades.

No fim de novembro de 2014, com a intensificação do cerco da Operação Lava Jato, Mônica Moura, esposa e sócia de Santana, teve de fazer uma viagem às pressas a Brasília. Novamente, foi alertada por Dilma de que deveria ficar fora do país para sair do radar das autoridades. Qualquer novidade, garantiu a presidente, seria repassada por intermédio do e-mail secreto que ela e Mônica Moura compartilhavam.

Em nota, a assessoria de Dilma Rousseff lamentou que o sigilo da delação premiada do casal João Santana e Mônica Moura tenha vindo a público somente agora e disse que o teor dos depoimentos revela “contradições e falsos testemunhos”. “Dilma Rousseff, contudo, reitera o que apontou antes: João Santana e Monica Moura prestaram falso testemunho e faltaram com a verdade em seus depoimentos, provavelmente pressionados pelas ameaças dos investigadores”, disse.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. a nação foi roubada, por estes terroristas, milhares de desempregados, hospitais sucateados, crianças morrendo de fome, miséria, doenças…. temos que ter a pena de morte neste país, crime hediondo e terrorismo, vão tudo pro colo do capeta.

    Curtir

  2. José Carlos Lopes de Oliveira

    Essa bandalheira toda se iniciou com a chegado do PT ao poder. É portanto de suma importância que se corte o mal pela raiz. Esse partido deve ser dissolvido incontinente e seus filiados extirpados definitivamente da vida pública, sem olhar os nomes e seus cargos, inclusive os esbirros alojados no STF, que se transformou na maior forja de corruptos do planeta.

    Curtir

  3. Ta chegando a hora dessa presidAnta porca Sem-vergonha

    Curtir

  4. Fernando noal

    E o temer não sabe de nada

    Curtir

  5. A Orcrim Petista sendo desmascarada.

    Curtir

  6. A batata da anta disléxica está assando!

    Curtir

  7. Hugo Desmascarador

    DILMA BANDIDA

    Curtir

  8. Jorge Iório

    Negar até morrer – deve ser fácil para quem diz que já foi torturada. Sendo uma mentirosa contumaz, duvido que ela esteja dizendo a verdade a respeito disso. Aliás, o regime militar que fez um bem para o Brasil, é certo que deixou uma dívida grande que nem se compara com a deixada pela esquerda. Os militares só erraram num ponto: nunca deveriam ter dado anistia a esse tipo de gente que nunca quis o bem do país. Usaram o povo para perpetuar seu regime arcaico e nefasto. O povo brasileiro não tem raizes comunistas. Vade retro, satanás!

    Curtir

  9. Severino de Araújo Ferreira

    O PT atuou nesses treze anos como uma facção criminosa, uma gangue que não mediu esforço para se apoderar da coisa pública e enriquecer seu líderes.

    Curtir

  10. Prendam esta gente traidora da pátria. Temos que sustentar esta gente? Façam alguma coisa, ou vai ter que ser na marra.

    Curtir