Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Delação da Odebrecht ou Furacão 2000? De onde veio esse apelido?

Apelidos a políticos chegaram a nível de criatividade tão alto que fica difícil dizer se estamos falando de um citado na Lava Jato ou de um astro do funk

A Operação Lava Jato pode ser definida por uma guerra entre dois grupos muito criativos. Se os investigadores batizaram as etapas da operação com nomes como Resta Um, Caça-Fantasmas, Pixuleco, Triplo X, Acarajé, entre outros, os executivos do Setor de Operações Estruturadas, o “departamento de propina” da construtora Odebrecht se superaram. Políticos importantes foram supostamente associados a apelidos criativos – apesar de, na maior parte das vezes, desabonadores.

O sucesso foi tanto, que está cada vez mais difícil dizer quem é um político citado em esquemas de corrupção e quem é um astro dos batidões de funk, populares em São Paulo e Rio de Janeiro. Basta a sigla “MC” para que qualquer apelido dado pela construtora a políticos passe como alguém que poderia tranquilamente cantar “As Novinha tão Sensacional” (na grafia original da música) ou “Vou Desafiar Você”, dois hits de funkeiros no país.

Você não acredita? Então faça esse teste abaixo e veja se você conseguiria diferenciar um astro de pancadão de um dos delatados pela Odebrecht: