Defesa de Lula vai ao Conselho do MP contra coletiva da Lava Jato

Advogados do ex-presidente afirmam que MPF incorreu em "desvio funcional" ao tratar de do crime de organização criminosa, que é investigado em Brasília.

O advogado do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Cristiano Zanin, afirmou nesta quinta-feira que entrou com uma representação no Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) contra os procuradores da força-tarefa da Lava Jato pela coletiva de imprensa que concederam ontem para apresentar a denúncia contra Lula, sua mulher e mais seis pessoas. Segundo o advogado, ao chamar o ex-presidente de “peça-chave” e “comandante máximo do esquema”, o Ministério Público Federal do Paraná incorreu em “desvio funcional” ao tratar de um assunto que não está na sua jurisdição, uma vez que o crime de organização criminosa é investigado em Brasília.

Em tom duro, Zanin voltou a dizer que a coletiva não passava de um “espetáculo indevido” feito com o “único intuito de enxovalhar o ex-presidente e sua família”.

Leia também:
Lula vira réu por tentar obstruir a Operação Lava Jato
PF indicia Lula e Marisa por tríplex no Guarujá

O advogado fez o anúncio logo depois do discurso emocionado e político de Lula no Diretório Nacional do PT em um hotel, no centro de São Paulo. Os advogados do ex-presidente, além de Zanin, José Roberto Batochio e Roberto Teixeira, permaneceram a todo tempo do lado esquerdo do ex-presidente, enquanto do lado direito se posicionaram líderes de movimentos sociais, como Vagner Freitas (CUT), Guilherme Boulos (MTST) e Gilmar Mauro (MST).

Num dado momento da fala, Lula chegou a dizer que os seus advogados o haviam orientado a não exagerar na dose ao falar na coletiva de hoje.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Fulano de Tal

    Eu, Eu, Eu, o Lula se ferrou.

    Curtir

  2. Bento de Carvalho Netti

    Douto advogado!!!!! o senhocr já tentou a ONU, a OEA, e agora quer tomar mais um NÃOOOOOOOO, não tem escapatório o seu “cliente” vai para a cadeia sim!!!!! pois o MPF, tem provas contundentes, eles jamais iriam dar essa entrevista se não tivessem o que eles te, e o DOUTOR SERGIO MORO vai aceitar a denuncia, quer apostar!!!!!

    Curtir

  3. Rafael Riibeiro

    O Povo é alienado mesmo, o próprio ministério publico afirmou que não tem provas e sim convicção. O Povo é burro

    Curtir

  4. Sr Doutor,quem está pagando seus honorários ??

    Curtir

  5. ACarlos Soares

    POR MISERICÓRDIA, PRENDAM LOGO ESSE “SAPO BARBUDO” ELE É NOCIVO À SOCIEDADE!!!

    Curtir