Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Cristovam: atitude de senadoras ‘desmoraliza a democracia’

Senador diz que 'gesto estudantil' da oposição degrada a imagem do Congresso perante a opinião pública

O senador Cristovam Buarque (PPS-DF) afirmou que a ocupação da Mesa Diretora por senadoras da oposição foi um “gesto estudantil” que degrada ainda mais a imagem do Parlamento. Segundo ele, o protesto que retardou a votação da reforma trabalhista levará a opinião pública a questionar a utilidade do Congresso.

“Um gesto estudantil dentro do Parlamento desmoraliza o processo parlamentar e a democracia”, disse Buarque a VEJA. “Se esse protesto fosse feito numa época em que o Parlamento estivesse moralmente prestigiado, creio que seria um ato menor. Mas esse gesto estudantil foi degradante para a liturgia parlamentar. Aliado à corrupção generalizada, ele poderá ter consequências negativas para o Congresso.”

Bolsonaro

O senador acrescentou ainda que o ato fortalece a candidatura do deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) à Presidência da República. “Creio que o Brasil não está se dando conta do perigo que significa esse senhor Bolsonaro. Essas senadoras fortaleceram a candidatura dele, porque a opinião pública está se perguntando se o Congresso serve para isso, se é assim que os parlamentares se comportam.”

Bolsonaro é entusiasta da ditadura militar que governou o Brasil entre 1964 e 1985. Em abril do ano passado, o deputado homenageou o torturador Carlos Alberto Brilhante Ustra na votação de abertura do processo de impeachment da ex-presidente Dilma Roussef (PT).

Buarque afirmou também que o ato da oposição poderia atrair votos pela reforma trabalhista. “Dois senadores me disseram que irão votar a favor da reforma porque ficaram indignados com esse tipo de comportamento. Eles estavam em dúvida e queriam debater. Outro me disse que agora se sente à vontade para interromper qualquer votação que estiver perdendo”, declarou.

Conselho de Ética

Buarque foi um dos quinze senadores que assinou o pedido de instauração de processo no Conselho de Ética contra as senadoras, protocolado pelo senador José Medeiros (PSD-MT). Ele diz ser contrário à aplicação de punições para as opositoras, mas espera que elas possam dar explicações para os eleitores. “Se o fato for jogador para debaixo do tapete, será ruim para elas e para o Senado.”

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Luiz Fernando R de Souza

    BOLSONARO!!!!!!!!!!!!!!!

    Curtir

  2. É evidente que tem que haver punição pras barangas. Senão, vão aprontar de novo e de novo. As mulheres, e essas aí, são feministas mas no episódio foram usadas por homens. Barangas manipuladas por homens.

    Curtir

  3. July manfrini

    Essas coroas só sabem bagunçar. São contra tudo que não seja de acordo com os Petralhas. Que ninguém vote mais nelas nas próximas eleições.

    Curtir

  4. quanta criancice, nem em jardim de infância a atitude dessa

    Curtir

  5. Contra os canalhas, Bolsonaro 2018!

    Curtir

  6. hildo molina

    impossível qualquer ação manchar a “imagem” do congresso, ele é uma mancha só, imensa.

    Curtir

  7. Dayvson Silva

    BOLSONARO JÁ!

    Curtir

  8. Otavio Santos

    “”Suja a imagem publica do Congresso”, Senador? Aquilo lá está pior que pau de galinheiro há muito tempo? Volte para a realidade, Senador!!!

    Curtir