Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Clécio lidera em Macapá e aguarda adversário para 2º turno

Entre os votos válidos, Clécio tem 21 pontos de vantagem frente ao segundo colocado, Gilvam Borges

Único candidato competitivo da Rede Sustentabilidade nas disputas por prefeituras de capitais, o atual prefeito de Macapá Clécio Luis lidera a corrida eleitoral na cidade com ampla margem, informou nesta sexta-feira o Ibope. Levantamento encomendado pela Rede Amazônica de Rádio e Televisão mostra que Clécio tem 42% dos votos válidos (descontados os bancos e nulos). Neste cenário, ele apenas aguarda a definição no domingo do adversário que enfrentará no segundo turno.

De acordo com a pesquisa, o ex-senador Gilvam Borges (PMDB) e a vereadora Aline Gurgel (PRB) aparecem tecnicamente empatados na segunda colocação. Gilvam tem 21% da preferência do eleitorado. Aline, 19%. Entre os demais concorrentes, Promotor Moisés (PEN) tem 9%, Ruy Smith (PSB), 4%, Genival Cruz (PSTU) os mesmos 4% e a petista Dora Nascimento apenas 1% das intenções de voto.

Na simulação em que também aparecem os votos brancos e nulos, Clécio lidera com 38%, seguido de Gilvam Borges, com 20%, e de Aline Gurgel, com 17%. Neste cenário, Promotor Moisés registra 8%, Genival Cruz, 4% e Ruy Smith, 3%. Dora Nascimento segue com 1% das intenções de voto. Dos entrevistados, 8% dos eleitores afirmaram que votariam em branco ou anulariam a escolha para prefeito, enquanto 1% não sabe em que votará no domingo ou não respondeu ao questionamento da pesquisa.

O levantamento Ibope/Rede Amazônica também fez simulações sobre o provável segundo turno para a prefeitura de Macapá. Clécio Luis venceria Gilvam Borges por 53% a 33%, bateria a vereadora Aline Gurgel por 51% a 34% e também derrotaria o socialista Ruy Smith, desta vez por margem mais ampla: 61% a 21%. Em um cenário de segundo turno em que os concorrentes fossem Aline Gurgel e Gilvam Borges, a vereadora derrotaria o ex-senador por 43% a 33%. Aline também venceria Ruy Smith em um hipotético segundo turno por 50% a 26%.

Registrada no Tribunal Regional Eleitoral do Amapá (TRE-AP) sob o protocolo AP- 01514/2016, a pesquisa Ibope ouviu 602 eleitores entre os dias 27 e 29 de setembro. A margem de erro do levantamento é de quatro pontos percentuais e o nível de confiança é de 95%.