Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Clécio disputará 2º turno com sarneysista Gilvam Borges em Macapá

Aline Gurgel, do PRB, que aparecia nas pesquisas de intenção de votos tecnicamente empatada com Gilvam, ficou em 3º lugar, com XXX

Franco favorito na disputa pela prefeitura de Macapá, Clécio Luis (Rede) disputará o segundo turno contra o ex-senador Gilvam Borges (PMDB), aliado de ex-presidente José Sarney. Clécio é o principal nome da Rede Sustentabilidade nas primeiras eleições do partido de Marina Silva e tende a se consolidar como único político da agremiação no controle de uma capital. Com 100% das urnas apuradas, Clécio fechou o primeiro turno com 44,59% dos votos válidos, seguido de Gilvam, com 26,37%. Aline Gurgel (PRB) ficou na terceira colocação, com 11,85%. Promotor Moisés, do PEN, teve 7,16%, Genival Cruz (PSTU) contabilizou 5,27% dos votos. Ruy Smith (PSB) teve 3,71% e Dora Nascimento (PT) fechou a disputa com 1,02% dos votos. O índice de abstenção em Macapá foi de 16,34%.

Se as últimas pesquisas de intenção de voto ainda demonstravam um cenário em empate técnico entre Gilvam Borges e a vereadora de primeiro mandato Aline Gurgel, a abertura das urnas neste domingo mostrou desempenho robusto do sarneysista, quase 15 pontos percentuais à frente da adversária. Gilvam Borges é um político personalíssimo e coleciona um conjunto de polêmicas.

Sarney, que embora não frequente a cidade de Macapá desde que deixou a vida pública – já no final da carreira pouco aparecia no município – ainda tem influência direta no xadrez eleitoral da região. É atribuída a Sarney, por exemplo, a escolha do empresário Adiomar Veronese, como candidato a vice na chapa de Gilvam Borges. Veronese já havia protagonizado um embate político com o atual governador Waldez Góes, que o acusou de “tramar” para que ele, Waldez, e a primeira-dama Marília Góes fossem presos na Operação Mãos Limpas, da Polícia Federal.

No último fim de semana, levantamento Ibope/Rede Amazônica fez simulações sobre o segundo turno para a prefeitura de Macapá. De acordo com a pesquisa, registrada no Tribunal Regional Eleitoral do Amapá (TRE-AP) sob o protocolo AP- 01514/2016, Clécio Luis venceria Gilvam Borges por 53% a 33%. Neste caso, a pesquisa Ibope ouviu 602 eleitores entre os dias 27 e 29 de setembro, tem margem de erro do levantamento de quatro pontos percentuais e nível de confiança de 95%.