Câmara aprova nome de indicado de Renan para o TCU

Foi a última votação do plenário antes das férias dos deputados federais

O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira o nome do advogado Bruno Dantas para uma vaga de ministro do Tribunal de Contas da União (TCU). Aliado do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), Dantas foi indicado ao cargo após o senador Gim Argello (PTB-DF) ter retirado sua candidatura ao posto. Argello foi alvo de protestos de servidores do TCU, segundo quem o senador não tinha “reputação ilibada”, um dos requisitos exigidos para ocupar uma vaga na Corte de contas.

Gim responde a diversos processos no Supremo Tribunal Federal (STF) por suspeitas de crime contra a Lei de Licitações, crime eleitoral, peculato, crime contra a administração pública, corrupção ativa e lavagem de dinheiro. Em 2009, ele foi condenado pela 5ª Vara da Fazenda Pública do DF por irregularidades na época que presidia a Câmara Legislativa do DF.

Na votação desta terça-feira, a última antes das férias – ou “recesso branco” – da Câmara dos Deputados, Bruno Dantas teve o nome aprovado por 270 votos a favor e sete contra. Houve três abstenções. O novo ministro assumirá a vaga aberta com a aposentadoria de Valmir Campello.

Leia também: Deputados trabalham dois dias durante a Copa. E entram em férias