Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Bolsonaro distribui panfletos com ataques a grupos LGBT

Material divulgado no site do deputado chama de "plano nacional da vergonha' o Plano Nacional de Promoção da Cidadania e Direitos Humanos

A coleção de polêmicas do deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ) ganha mais um capítulo – provavelmente, o primeiro de uma série de reações à aprovação da união civil de pessoas do mesmo sexo, pelo Supremo Tribunal Federal. O site do parlamentar divulga um panfleto com ataques aos grupos de defesa dos direitos de lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais (LGBT).

“Querem, na escola, transformar seu filho de 5 a 8 anos em homossexual”, diz um alerta, no alto da cartilha, sobre o mapa do Brasil em contorno, com um arco-íris.

O deputado começa se dirigindo aos leitores da cartilha com o seguinte texto: “Apresento alguns dos 180 itens deste que chamo o Plano Nacional da Vergonha”, diz a mensagem, referindo-se ao Plano Nacional da Promoção da Cidadanie e Direitos Humanos dedicado a promover a igualdade entre as diferentes correntes de opção sexual.

O material lista, em seguida, as propostas do plano, com grifos no que Bolsonaro considera inadequado, como distribuição de livros didáticos com a temática da diversidade sexual.