Coligação atribui doação de R$ 75 milhões a erro de digitação

A candidata Geni, de Santa Cruz da Baixa Verde, em Pernambuco, consta no TSE como beneficiária da maior doação eleitoral registrada nas eleições

A coligação partidária pela qual a agricultora Maria Geni do Nascimento disputou vaga de vereadora atribui a doação de 75 milhões de reais a algum erro de digitação junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Geni disputou uma vaga de vereadora no município de Santa Cruz da Baixa Verde, em Pernambuco. O escritório que cuida da prestação de contas de Geni informou que a doação foi de 750 reais.

“As doações da Geni estão muito longe desse valor de 75 milhões[de reais]”, diz a psicóloga Ildete Gomes Silva, que disputou uma vaga de prefeita pela mesma coligação de Geni, formada por PDT, PR e PSB. “Esse registro de doação deixou todo mundo assustado na cidade”. O município tem 12.000 habitantes e fica a 450 quilômetros de Recife.

A doação de Geni, divulgada pelo TSE, foi de 75.000.844,36 reais. Pelos registros oficiais, o repasse foi feito através de transferência eletrônica no dia 30 de setembro. Apesar da doação milionária, não há nenhuma despesa registrada na campanha da candidata. O único doador é Pedro Henrique da Silva Rodrigues, que não foi localizado.

Maria Geni do Nascimento é beneficiária de 91 reais mensais do Bolsa-Família. A página do TSE informa que Geni teve 13 votos e foi eleita suplente de vereadora. A descoberta da doação milionária foi feita por meio de um cruzamento de dados do Tribunal de Contas da União (TCU).

geni-suplente-ii

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Them PT na história, podem ter certeza.

    Curtir