Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Adversários celebram condenação de Lula: ‘Justiça sendo feita’

Ex-presidente foi condenado a nove anos e meio de prisão pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro

A oposição comemorou a decisão do juiz Sergio Moro de condenar do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a nove anos e meio de prisão pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Em sua página no Facebook, o senador Ronaldo Caiado (DEM-GO) afirmou: “É só o começo. Lula ainda tem mais outros quatro processos em andamento. Justiça sendo feita contra um criminoso que tantos prejuízos trouxe ao Brasil com seu projeto de poder”.

Já o prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), disse que a Justiça foi feita e voltou a fazer um ataque recorrente que faz ao petista, chamando-o de “o maior cara de pau do Brasil”. O ex-deputado federal Roberto Jefferson, presidente nacional do PTB, disse que quase acertou a pena. “Eu apostei em dez anos. Quase acertei. O juiz Sergio Moro acertou de novo.”

A sentença, anunciada nesta quarta-feira, é a decisão derradeira de Moro no processo em que o petista foi acusado pela força-tarefa da Lava-Jato de receber propina da OAS, uma das empreiteiras do chamado clube do bilhão, que se refestelou nos últimos anos com contratos bilionários na Petrobras. Entre as vantagens recebidas por Lula, segundo a acusação, está um apartamento tríplex no balneário do Guarujá, em São Paulo. É a primeira vez que um ex-presidente do Brasil é condenado por corrupção.

Deputados federais do PSDB comemoraram a decisão. Rocha (AC), que reivindica o início do processo por ter representado sobre o tríplex perante a Procuradoria-Geral da República (PGR) em 2015, afirmou que “a Justiça brasileira está atendendo aos anseios da população”. Vanderlei Macris (SP) disse que essa é a primeira de muitas condenações: “Investigações foram feitas e agora ele começa a pagar a conta com a Justiça. Esse é o só o começo de um processo que não será tão breve. Outras denúncias virão”. Já Fábio Sousa (GO) criticou o discurso dos aliados do petista, que se voltaram contra Sergio Moro. “Quem critica hoje o juiz não o criticou na sentença de Eduardo Cunha”, argumentou.

Confira abaixo a repercussão da condenação entre políticos que se opõem a Lula:

(Reprodução/Reprodução)

 

(Reprodução/Reprodução)

(Reprodução/Reprodução)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. carlos renato campos Campos

    Nossa, só gente da “melhor qualidade ” kkkkkk

    Curtir