Zidane comemora vitória do Real, mas diz que título não é certo

Equipe de Madri venceu o Barcelona no jogo de ida da Supercopa da Espanha por 3 a 1, em pleno Camp Nou

O técnico do Real Madrid, Zinedine Zidane, afirmou neste domingo estar contente com a vitória de sua equipe sobre o Barcelona por 3 a 1 na partida de ida na Supercopa da Espanha, mas alertou seus jogadores sobre o jogo da volta e que a situação está longe de estar resolvida.

“Estou muito orgulhoso dos jogadores porque até com dez (em campo) atuaram muito bem. Acreditaram na vitória até o final. O bom desse elenco é que todos cumprem tudo até o fim, todos estão concentrados e isso é um motivo de satisfação”, afirmou Zidane, elogiando seu time que jogou com dez atletas em campo, após a expulsão do craque Cristiano Ronaldo.

O técnico francês não quis avaliar a atuação da arbitragem, que expulsou CR7 com dois cartões amarelos seguidos, mostrados ao português em um intervalo de apenas dois minutos. “Não vou falar sobre o árbitro. Posso me incomodar com a expulsão de Cristiano. Não houve pênalti (o segundo cartão foi por simulação), mas o cartão foi um pouco demais. As coisas são assim e já não podemos mudá-las”, ressaltou.

Zidane também fez elogios ao jovem Marco Asensio, autor do terceiro gol do Real Madrid na partida. “Isso não me surpreende. Ele está fazendo coisas fenomenais. Rompe as linhas (de defesa), é rápido e bate muito bem na bola. Entrou rápido na partida e fez a diferença”, destacou. Outro que ganhou elogios do técnico foi Isco. “Quando ele assinou com o Real, vi que precisava de tempo e de jogar frequentemente. Fico alegre por ele estar crescendo, vamos jogar assim”, concluiu Zidane.

(com EFE)