Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Zetti, de ídolo a professor

Ídolo do São Paulo tem um escolinha de goleiros

Um dos grandes goleiros de sua geração, Zetti encontrou uma forma de seguir trabalhando com esporte e passar os conhecimentos adquiridos ao longo de sua carreira – e ainda faturar com isso. O ídolo do São Paulo é dono da academia Fechando o Gol, a única escolinha de futebol do país totalmente especializada na formação de goleiros. Localizada no bairro de Santo Amaro, em São Paulo, a academia completou seis anos em novembro de 2014 e é um sucesso absoluto. De acordo com Zetti, a academia recebe cerca de 200 alunos por mês – os clientes vão de crianças de sete anos (meninos e meninas) a cinquentões que buscam aprimorar a técnica para as peladas no fim de semana.

Goleiro, de posição maldita a protagonista em campo

Júlio César: ‘Meu tempo na seleção ainda não acabou’

A ideia de abrir a escolinha nasceu de uma conversa informal entre Zetti e o músico Branco Mello, do Titãs, que buscava um local para o filho treinar. Segundo Zetti, a intenção da Fechando o Gol não é formar atletas profissionais – ainda que alguns alunos tenham chegado às categorias de base de grandes clubes – mas ensinar os macetes da posição e inserir os jovens no universo do esporte. “Temos a preocupação com o fair-play, em conduzir os meninos a uma formação boa no esporte. Eles entram aqui com sete anos e não sabem se vão ser goleiros, mas aprendem que devem ter um comportamento diferenciado, transmitir confiança, ser mais responsável que os outros. Depois, se for bom, poderá seguir o seu caminho no futebol.”

Entrevistas: cinco grandes goleiros contam o que mudou na posição

Na Argentina, o fantasma de Fillol

Vários alunos decidiram entrar na academia por influência de seus ídolos, o que, segundo Zetti, é um exemplo claro da evolução na posição. “Hoje a televisão influencia muito na decisão da criança. Muitos querem ser goleiros porque se identificam com o Rogério Ceni, Cássio, Neuer e outros. A ‘marca’ goleiro mudou bastante por causa destes atletas que estão em evidência e são ídolos.” A academia tem duas quadras de grama sintética (assim como Zetti fazia, os alunos utilizam calças para se proteger nas quedas) e promove diversos eventos pelo Estado, sempre com a participação de grandes nomes da posição. No dia 25 de abril, Zetti fará no estádio do Pacaembu um evento em homenagem ao Dia do Goleiro – comemorado, na verdade, no dia 26, data de nascimento do ex-goleiro Manga, ídolo do Internacional-RS.

Estilo único: a moda dos goleiros, cores nas camisas, calças, luvas