Time de Hulk elimina o de Felipão na Liga dos Campeões da Asia

Guanghzou Evergrande devolveu goleada sofrida no jogo de ida e buscou empate na prorrogação, mas foi eliminado pelo Shanghai SIPG nos pênaltis

Vários brasileiros foram protagonistas de um emocionante jogo que garantiu ao Shanghai SIPG, da China, uma vaga na semifinal da Liga dos Campeões da Ásia nesta terça-feira. A equipe de Hulk e Oscar, titulares da seleção brasileira na Copa de 2014, entrou com larga vantagem diante do Guangzhou Evergrande, atual hexacampeão chinês e dirigido por Luiz Felipe Scolari, mas sofreu para garantir a classificação nos pênaltis.

O Shangai SIPG havia vencido o jogo de ida por 4 a 0, mas nesta manhã (noite na Ásia) foi derrotado pelo mesmo placar na casa do adversário, que além de Felipão conta com Ricardo Goulart, Alan e Muriqui. Após empate em 1 a 1 na prorrogação, a vitória do time de Xangai veio nos pênaltis, por 5 a 4.

No primeiro tempo, o Guangzhou Evergrande abriu 2 a 0 com com dois gols do brasileiro Alan. Apenas no fim do segundo tempo, o resultado necessário para forçar a prorrogação foi alcançado. Aos 38, com assistência de Alan, Ricardo Goulart fez o terceiro de cabeça. O quarto veio aos 46, novamente em cabeçada certeira.

Shanghai SIPG ainda teve dois jogadores expulsos, um no início (Wang Jaijie) e outro no fim da prorrogação (Wang Shenchao). Aos quatro do segundo tempo, Hulk, em cobrança perfeita de falta, marcou o gol que classificaria a equipe de Xangai. Mas a dois minutos do fim, Ricardo Goulart – novamente de pênalti, sofrido por Alan –  empatou a partida.

Na disputa por pênaltis, o herói virou vilão: Ricardo Goulart perdeu a primeira cobrança enquanto todos os outros batedores converteram, incluindo todos os brasileiros em campo, dando a vitória ao Shanghai SIPG por 5 a 4.