Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Sport é campeão pernambucano com polêmica de árbitro de vídeo

Salgueiro teve um gol anulado pelo árbitro de vídeo em lance duvidoso. Técnico Luxemburgo dividiu méritos pelo título com seus antecessores

O Sport conquistou o título do Campeonato Pernambucano na noite desta quarta-feira ao bater o Salgueiro por 1 a 0, no estádio Cornélio de Barros, em Salgueiro, no sertão do Estado. A decisão contou com o recurso do árbitro de vídeo, usado uma vez no segundo tempo para anular um gol do Salgueiro, em lance que causou muita discussão.

O gol do título do Sport foi marcado por Éverton Felipe, aos 38 minutos do segundo tempo. O clube rubro-negro é o maior campeão com 41 conquistas, contra 28 do Santa Cruz e 21 do Náutico.

No primeiro jogo disputado há 52 dias, houve empate por 1 a 1 no Recife. Curiosamente, este foi o único confronto no Estadual do Sport sob o comando do técnico Vanderlei Luxemburgo, que dividiu os méritos com seus antecessores.

“Título importante, porque prefiro ganhar do que perder, mas quero lembrar do Ney (Franco), do Daniel (Paulista), são merecedores também. Eu cheguei para completar com minha competência e experiência, dar uma contribuição. Estão todos de parabéns no clube”, disse o técnico, que conquistou seu primeiro título desde o Carioca de 2011 pelo Flamengo.

O meia Diego Souza não confirmou após o seu primeiro título estadual pelo Sport se vai ou não se transferir para o Palmeiras. “É dia de comemorar e não quero falar nada. Amanhã (quinta) a gente vê o que é melhor para todos”, afirmou emocionado.

Gol e polêmica com árbitro de vídeo

O lance da discórdia aconteceu aos 24 minutos do segundo tempo, quando Álvaro marcou para o Salgueiro após escanteio. O gol foi anulado pelo árbitro goiano Wilton Pereira Sampaio, que alegou que a bola teria feito uma curva e saído pela linha de fundo após a batida.

Os jogadores do Salgueiro protestaram e o árbitro solicitou a ajuda do vídeo. O árbitro Péricles Bassols analisou a imagem e manteve a anulação do gol. A jogada, porém, é muito difícil de analisar, pois a bola estava no ar – apenas uma tecnologia avançada semelhante ao “goal line” (aquela que mostra se a bola ultrapassou a linha de gol) poderia tirar completamente a dúvida.

Na partida de ida, um pênalti bastante duvidoso para o Salgueiro também foi confirmado pelo árbitro de vídeo, na estreia do recurso no Brasil.

O técnico Luxemburgo, do Sport, reprovou o uso da tecnologia na final. “Experiências como essas deveriam ser feitas em jogos que não têm tanta importância e que não possam ter uma decisão polêmica em função dessa novidade. (…) Numa decisão de campeonato é meio complexo”, opinou.

A Fifa estreou o sistema VAR (árbitro assistente de vídeo, na sigla em inglês) no Mundial de Clubes do ano passado e está utilizando também na Copa das Confederações. No Brasil, Pernambuco foi o primeiro Estado a testar a tecnologia.

CBF testa árbitro de vídeo que será utilizado pela primeira vez

CBF testa árbitro de vídeo (CBF/Divulgação)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Edmilson Nunes

    A que ponto chegou o Brasil, nem com camera de video deixaram de garfar o coitado do Salgueiro, em Pernambuco infelizmente é assim NUNCA um time menor vai conseguir ser campeão, todo ano eles armam alguma tramoia para tirar o titulo dos times pequenos.

    Curtir