Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Os craques que farão falta na Copa do Mundo de 2018

Com os fracassos de Itália, Holanda, Chile e outras seleções, grandes jogadores terão de assistir o Mundial da Rússia pela TV

Restam apenas três vagas para a Copa do Mundo de 2018 e algumas seleções importantes, como Itália e Holanda, deram vexame e nem sequer chegaram à fase de grupos. A ausência destas equipes e também de outras menos tradicionais, mas com atletas de renome, será sentida na Rússia no meio do ano que vem.  Confira, abaixo, alguns dos craques que assistirão ao Mundial pela TV:

Gianluigi Buffon (Itália)

Foto: (Marco Luzzani/Getty Images)

O histórico goleiro Buffon se despediu da seleção italiana, aos 39 anos, de forma amarga. Se estivesse na Rússia, o capitão da ‘Azzurra’ se tornaria o primeiro jogador da história a participar de seis Mundiais. Ele foi campeão em 2006, na Alemanha

Arjen Robben (Holanda)

Eliminatórias: Holanda x Suécia

Foto: (Toussaint Kluiters/Reuters)

Vice-campeã em 2010 e terceiro colocado em 2o14, o driblador Robben também se aposentou de sua seleção depois do fracasso nas Eliminatórias Europeias. A Holanda nem sequer chegou à repescagem, terminando atrás de França e Suécia em seu grupo

Gareth Bale (País de Gales)

Gareth Bale comemora gol, na vitória do País de Gales sobre a Rússia por 3 a 0, em partida válida pela terceira rodada do grupo B da Eurocopa 2016, realizada no Estádio de Toulouse, na França - 20/06/2016

Foto: (Sergio Perez/Reuters/Reuters)

O veloz e habilidoso ponta do Real Madrid vive momento difícil no clube e na seleção. Depois de uma surpreendente campanha na Euro, em que Gales chegou à semifinal, a modesta equipe terminou atrás de Sérvia e Irlanda nas Eliminatórias

Alexis Sanchez (Chile)

Copa das Confederações Rússia 2017

Foto: (Ian Walton/Getty Images)

Outra ausência importante na Copa do Mundo será a da seleção chilena, atual bicampeã da Copa América. O atacante Alexis Sánchez, do Arsenal, seria uma das atrações da equipe

Edin Dzeko (Bósnia)

Dzeko, do Manchester City, vai liderar a Bósnia em sua primeira Copa do Mundo

Foto: (Jeff Curry/Getty Images/VEJA)

Em boa fase na Roma, o atacante perdeu a chance de disputar sua segunda Copa do Mundo. A Bósnia, que estreou no Mundial do Brasil em 2014, foi eliminada por Bélgica e Grécia nas Eliminatórias

Pierre Aubameyang (Gabão)

Pierre-Emerick Aubameyang, do Borussia, comemora gol durante partida contra SL Benfica, válida pela UEFA Champios League

Foto: (Patrik Stollarz/AFP)

Destaque do Borussia Dortmund há várias temporadas, o atacante de 28 anos falhou mais uma vez na tentativa de levar seu país à Copa do Mundo. O Gabão foi superado pelo Marrocos nas Eliminatórias Africanas

Ryad Mahrez (Argélia)

Riyad Mahrez

Foto: (Pool/Getty Images)

A Argélia, que participou das Copas de 2010 e 2014, deu vexame nas Eliminatórias Africanas para 2018. Mesmo contando com o habilidoso atacante canhoto do Leicester City, o time terminou em último em seu grupo, atrás de Nigéria, Zâmbia e Camarões.

Arturo Vidal (Chile)

Copa das Confederações 2017

Foto: (Kai Pfaffenbach/Reuters)

Outro atleta chileno que chegaria à Rússia como atração seria o meio-campista Arturo Vidal, do Bayern de Munique