Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Os candidatos a artilheiro do Campeonato Brasileiro

Veja quem pode ser o melhor marcador do torneio em 2017

Em 2016, o Campeonato Brasileiro teve três artilheiros com 14 gols cada. Esse foi o pior desempenho de um artilheiro desde 1990, quando Charles, do Bahia, marcou onze gols. Dos três artilheiros do ano passado, dois jogarão novamente em 2017.

Veja também

Diego Souza, que virou uma espécie de centroavante no Sport  e o experiente Fred, três vezes melhor marcador do Campeonato Brasileiro, do Atlético-MG lutarão pelo “título” de novo nesse ano. William Pottker, que fez 14 gols pela Ponte Preta em 2016, defenderá o Internacional, na Série B.

PLACAR separou alguns nomes que são favoritos para o prêmio de artilheiro em 2017:

Fred, do Atlético Mineiro (Pedro Vilela/Getty Images)

Fred (Atlético-MG)

Além de ser artilheiro do Campeonato Brasileiro em três edições (2012, 2014 e 2016), é o quarto maior marcador da história do torneio e o maior dos pontos corridos, com 125 gols em 255 jogos

 

 

 

Jô, do Corinthians (Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians)

– Jô (Corinthians)

Surpreendeu e foi o artilheiro do Corinthians no Campeonato Paulista, com seis gols em 17 jogos. Desses, cinco foram em clássicos contra São Paulo, Santos e Palmeiras, rivais da série A.

 

 

 

Ábila do Cruzeiro (Douglas Magno/AFP)

– Ramón Ábila (Cruzeiro)

O argentino mostrou ter característica artilheira logo que chegou ao Cruzeiro e ajudou o time a fugir do rebaixamento em 2016. Foi vice-artilheiro do Mineiro deste ano, com seis gols, mesmo jogando muitas vezes como reserva. Em 2016, marcou sete gols em 21 partidas no Brasileiro.

 

 

Paolo Guerrero, do Flamengo (Buda Mendes/Getty Images)

Paolo Guerrero (Flamengo)

Apesar de nunca ter sido artilheiro do Campeonato Brasileiro, começou o ano de 2017 muito bem. São 14 gols em 19 partidas, sendo 10 deles no Campeonato Carioca, do qual foi artilheiro.

 

 

 

Lucas Barrios, do Grêmio (Lucas Uebel/Getty Images)

Lucas Barrios (Grêmio)

Apesar de uma passagem apagada pelo Palmeiras, o argentino naturalizado paraguaio teve um ótimo começo pelo Grêmio e é promessa de muitos gols. Até aqui, em 13 jogos pelo clube, marcou sete gols.

 

 

 

Miguel Borja, do Palmeiras (Alexandre Schneider/Getty Images)

Miguel Borja (Palmeiras)

O jogador não teve um começo muito bom pelo Palmeiras, mas chegou ao clube por sua característica artilheira. Em 2016, pelo pequeno Cortuluá, marcou 19 gols em 21 partidas pelo Campeonato Colombiano.

 

 

 

Ricardo Oliveira do Santos (Friedemann Vogel/Getty Images)

Ricardo Oliveira (Santos)

Artilheiro isolado do Campeonato Brasileiro de 2015, com 20 gols, tenta reencontrar sua fase artilheira em 2017. Em 12 jogos, foram três gols.

 

 

 

Lucas Pratto, do São Paulo (Levi Bianco/Brazil Photo Press/LatinContent/Getty Images)

Lucas Pratto (São Paulo)

Chegou ao São Paulo e já mostrou serviço. Em 12 jogos, foram sete gols marcados pelo centroavante argentino.

 

 

 

 

Diego Souza, do Sport (Alexandre Loureiro/Getty Images)

Diego Souza (Sport)

O camisa 10 do Sport, artilheiro do torneio em 2016 e convocado para a seleção do técnico Tite não pode ficar de fora da lista. Pelo clube, neste ano, foram 10 gols em 19 jogos até aqui.

 

 

 

Treino do Futebol Profissional – 08-05-2017 – tarde – São Januário – Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br (Paulo Fernandes/Vasco)

Luis Fabiano (Vasco)

Pode não estar em sua melhor fase, mas trata-se do 9° maior artilheiro da Era dos pontos corridos e 9° maior artilheiro geral do torneio.