Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Na Romênia, jogador erra ‘cavadinha’ e briga com colega de time

George Calintaru, do Juventus Bucareste, resolveu arriscar a jogada no último lance do jogo

Bater pênalti de “cavadinha” é sempre uma decisão arriscada. Imagine então tentar esse tipo de cobrança no último minuto de uma partida em que o time que você defende está perdendo. O romeno George Calintaru teve coragem para isso, mas… Certamente se arrependeu.

Sua equipe, o Juventus Bucareste perdia um jogo da primeira divisão romena para o Steaua por 2 a 1 quando o juiz apitou um pênalti aos 51 minutos do segundo tempo. Calintaru, então, tentou a cavadinha, mas o goleiro não ficou parado e defendeu com extrema facilidade. 

O árbitro encerrou o jogo logo após a cobrança. Valentin Barbulescu, um dos líderes do Juventus, não se conteve: foi para cima do colega de equipe e trocou empurrões com ele ainda no gramado. Para piorar, Calintaru socou uma parede no vestiário e acabou fraturando um dedo da mão.

A crise foi tão grande que o treinador Daniel Oprita, que estava no comando do clube desde 2015, pediu demissão logo após a derrota. O Juventus é lanterna do Campeonato Romeno, com apenas dois pontos em sete jogos.