Liga dos Campeões: Real Madrid x Atlético jogam mata-mata de novo

Times jogaram duas finais e uma quartas de final nos últimos anos

Real Madrid e Atlético de Madri se reencontrarão na Liga dos Campeões nesta terça-feira, na partida de ida pelas semifinais. O Real, que jogará em casa, superou o rival nas últimas três edições do torneio e busca o seu 12º título. Já o Atlético deseja acabar com a freguesia para ir à final pela quarta vez e, enfim, obter uma taça inédita na história do clube. Nas finais de 2014 e 2016, além das quartas de final de 2014/2015, o Real saiu-se vitorioso.

Na expectativa de dirigir a primeira equipe a vencer a Liga dos Campeões por dois anos seguidos, Zinedine Zidane proíbe seus jogadores de pensar nas partidas de Lisboa, em 2014, e Milão, em 2016, que deram ao clube branco a décima e 11ª taças. No duelo no estádio Santiago Bernabéu, Zidane deverá escalar o meia Isco no lugar de Bale, que sofreu uma nova lesão na panturrilha esquerda. O 4-4-2 seria uma variante para o já tradicional duelo tático com Diego Simeone.

No Atlético, os jogadores negam um clima de revanche e querem aproveitar a boa sequência da equipe como visitante. O time está invicto há 15 partidas fora de seus domínios, sem perder desde o 3 a 0 para o Villarreal de 12 de dezembro.

Simeone tem duas dúvidas para o jogo no Bernabéu. O lateral-direito Vrsaljko não joga há um mês e meio, mas pode voltar e substituir Juanfran, vilão do vice-campeonato do ano passado por ter sido o único a falhar na disputa de pênaltis e que é baixa certa para esta terça. Já Ferreira-Carrasco machucou a clavícula e ainda não sabe sequer se poderá ficar no banco.

(com EFE)