Hulk rebate acusações de agressão a técnico adversário

Atacante foi acusado pelo treinador do Guizhou Zhicheng de ter dado um soco em Li Bing, seu auxiliar técnico

Acusado de agredir um técnico adversário por motivos racistas, o atacante Hulk usou as redes sociais para se defender. O brasileiro, que defende o Shanghai SIPG ao lado de Oscar e Elkeson, foi acusado pelo treinador Li Bing, do Guizhou Zhicheng, de ter agredido seu auxiliar Yu Ming, no intervalo da partida entre as duas partidas, realizada no último sábado.

“O técnico do time adversário está me acusando de agressão. Onde ele viu isto? Eu não me comportei de modo violento de modo algum. Infelizmente estão tentando prejudicar minha imagem, tenho a consciência tranquila. Deus sabe. Eu só quero fazer o que mais amo: jogar futebol. Estou muito feliz na China. Gosto e respeito todo o povo chinês”, escreveu o brasileiro na rede social Weibo, o Twitter chinês.

O clube treinado pelo português André Villas Boas expressou apoio ao brasileiro e afirmou que o incidente não aconteceu. “As acusações de que Hulk deu um soco em um auxiliar técnico do Guizhou não são verdadeiras”, afirmou o Shanghai SIPG, também no Weibo. A equipe de Hulk venceu a partida, válida pelo Campeonato Chinês, por 3 a 0.

(Com AFP)